03-dez-2018 às 17:13

    ASSOCIAÇÃO ENTRE ATIVIDADE MUSCULAR INSPIRATÓRIA E CAPACIDADE SUBMÁXIMA DE EXERCÍCIO NA DPOC

    A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) provoca aumento do trabalho muscular inspiratório, sendo uma consequência o recrutamento da musculatura acessória
    da inspiração, onde o esternocleidomastóideio (ECM) é o principal músculo recrutado para essa ação.

    (mais…)

    Deixe um comentário

      23-out-2014 às 19:22

      Comparação das Pressões Respiratórias Máximas no Pré e Pós-operatório de Cirurgias de Risco Eletivas

      Comparison of Maximum Respiratory Pressures at the Pre and Post Operatories Phases of Elective Laparatomies and Thoracotomies

      Aline Felipe Longo¹, Cristiane Gonçalves Golias², Daniela Hayashi¹, Laryssa Milenkovich Bellinetti², João Carlos Thomson³

      As toracotomias e as laparotomias altas são consideradas cirurgias de risco pela alta prevalência de complicações respiratórias pós-operatórias. Essas complicações podem ser ocasionadas pela disfunção diafragmática persistente, porém está pouco elucidado se há diferença no período de restituição da força muscular respiratória após esses dois procedimentos cirúrgicos
      (mais…)

      Deixe um comentário

        21-out-2014 às 19:30

        MEDIDA DAS PRESSÕES RESPIRATÓRIAS MÁXIMAS EM JOVENS SAUDÁVEIS ANTES E APÓS MANOBRA DE LIBERAÇÃO DIAFRAGMÁTICA

        Measurement of respiratory pressures in young healthy before and after operation of diaphragmatic liberation

         
        Priscila Alves Novaes1, Eliane Gouveia de Morais Sanchez2, Hugo Machado Sanchez3

        O músculo diafragma desempenha um papel fundamental na respiração, sendo assim é de fundamental importância a intervenção fisioterapêutica quando este se mostra ineficaz. O objetivo deste estudo foi analisar o efeito da liberação diafragmática nas pressões respiratórias em jovens saudáveis e sedentários.
        (mais…)

        Deixe um comentário

          16-out-2014 às 20:25

          ESTUDO COMPARATIVO PNEUMOFUNCIONAL ENTRE CRIANÇAS COM SÍNDROME DE DOWN E NÃO PORTADORAS DA SÍNDROME.

          Comparative pneumofuncional study among children with down syndrome and no bearers of syndrome.

          Adriana Siqueira de Oliveira¹, Rafael Rodrigues de Souza Guerra², Andréia Tammires Souza²,
          Rita de Cássia de Almeida Costa Holanda², Fernanda de Oliveira Soares³.

          As alterações genéticas da síndrome de Down (SD) resultam em modificações imunológicas, doença cardíaca, respiração bucal, hipotonia muscular, sialorréia, tosse ineficaz e obesidade. O objetivo do estudo foi comparar o perfil pneumofuncional entre crianças com SD e não portadores da síndrome (NSD), verificando a influência postural no desempenho respiratório desses indivíduos.

          (mais…)

          Deixe um comentário