13-maio-2010 às 21:50

    Comparação entre Técnicas Osteopáticas e Fisioterapia Convencional para o Tratamento das Desordens Temporomandibulares

    [addtoany]

    Comparison between Osteopathic Techniques and Conventional Physiotherapy for Treatment of Temporomandibular Disorders

    Walkyria Vilas Boas Fernandes¹, Alexandra Bezerra Michelotto², Sérgio Kimura³

     

    Resumo

    O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão de literatura para comparar a eficácia das técnicas osteopáticas e fisioterápicas convencional no tratamento das desordens temporomandibulares (DTM). O presente estudo realizou um levantamento bibliográfico nacional e internacional no período de 1981 a 2008. De acordo com a literatura revisada verificouse que vários são os tratamentos para as desordens temporomanibulares, e que ambos, a osteopatia e a fisioterapia convencional apresentam resultados positivos frente a um paciente portador de DTM. O que podemos concluir é que um fisioterapeuta com especialização em osteopatia possui uma grande vantagem para o tratamento das DTMs, pois além de poder utilizar-se de técnicas osteopáticas, que possuem uma eficácia muito grande e reproduzem um efeito imediato satisfatório, como será descrito no decorrer do artigo, poderão utilizar-se também dos recursos da fisioterapia convencional, como a massoterapia,  letroterapia e cinesioterapia, que também vem demonstrando bons resultados com essa disfunção e apresentam uma boa aceitabilidade por parte dos pacientes. No entanto é pertinente acreditar, que o fisioterapeuta deve sempre estar buscando novos cursos de formações e especializações, porém sem deixar de lado os princípios básicos da fisioterapia convencional, pois ela sempre será base para qualquer método de tratamento.

    Palavras-chave: Desordem temporomandibular, Fisioterapia, Osteopatia.

    Abstract

    The aim of this paper is to review the literature in order to verify effectiveness of the osteopathic techniques and conventional physiotherapy in the treatment of temporomandibular disorders. The present study performed an international and national survey from 1981 to 2008. According to the literature reviewed, it was verified that there is several treatments for the disorders emporomandibulars and the both, the osteopathy and the conventional physiotherapy have positive results to the DTM patients. From this study we can conclude that a physiotherapist with osteopathy specializing has a great advantage for the treat of DTMs, as well as to use the osteopathic techniques, which have a very high efficiency and reproduce an immediate satisfactory, it will be described in course of the article, He also may use the resources the conventional physiotherapy, such as massage, electrotherapy and kinesiotherapy, which also have been showing good results with
    this disfunction and it has a good acceptability by the patients. However it is appropriate to believe that the physiotherapist should always look for new courses of expertise and specialization, but without forgetting the basic principles of conventional physiotherapy, because it will always be the basic for any treatment’s method.

    Keywords: Temporomandibular disorders, Physiotherapy, Osteopathy

    Sobre os Autores

    1. Fisioterapeuta, Mestranda em Tecnologia em Saúde pela PUC-PR

    2. Fisioterapeuta, Pós-graduanda em Fisioterapia Osteopática pelo CBES

    3. Docente do curso de pós-graduação em Fisioterapia Osteopática.

    Recebido: maio de 2009
    Aceito: maio de 2009
    Autor para correspondência:
    Email: [email protected]

    Deixe um comentário