17-dez-2016 às 12:43

    PREVALÊNCIA DE DOR LOMBAR EM UNIVERSITÁRIOS DA SAÚDE E SUA RELAÇÃO COM ESTILO DE VIDA E NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA

    [addtoany]

    A lombalgia é uma condição altamente prevalente e pode estar relacionada a fatores de estilo de vida, como o nível de atividade física.

    Prevalence of low back pain in university students and its relationship with lifestyle and level of physical activity

    Fábio Marcon Alfieri1, Natália Cristina de Oliveira2, Iasminie Evelin Fernandes Costa Santana3, Karoline Marques do Prado Ferreira3, Rita Domingues Manuel Pedro3

    RESUMO

    A lombalgia é uma condição altamente prevalente e pode estar relacionada a fatores de estilo de vida, como o nível de atividade física. O objetivo deste estudo foi analisar a prevalência da dor lombar em universitários e sua relação com o estilo de vida e o nível de atividade física. Foi realizado um estudo observacional com 86 universitários de cursos da área da saúde de um centro universitário privado da cidade de São Paulo, com média de idade de 24,4±6,8 anos. A presença e a intensidade da dor lombar foram avaliadas pela aplicação a escala visual analógica. Os participantes passaram por uma avaliação antropométrica composta por peso e estatura. Para avaliar o estilo de vida foi aplicado o questionário “Estilo de vida Fantástico”, e para conhecer o nível de atividade física, o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ). A amostra foi dividida em dois grupos: com e sem lombalgia. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva, teste t de Student e qui-quadrado no pacote estatístico SPSS v.22, e valores de p<0,05 foram considerados estatisticamente significantes. A prevalência de lombalgia foi de 57% na amostra estudada. Os resultados evidenciam que o estilo de vida diferiu significantemente entre os grupos (p=0,008), sendo melhor no grupo sem dor, e não foram observadas diferenças em relação ao nível de atividade física. Conclui-se que mais da metade dos universitários da área da saúde apresentava dor lombar, e que há relação entre estilo de vida e presença desta condição.

    Palavras-Chave: lombalgia, estilo de vida, atividade física, adulto jovem.

    ABSTRACT

    Low back pain is a highly prevalent condition and may be related to lifestyle factors, such as physical activity level. The aim of this study was to analyze the prevalence of low back pain in university students and its relationship with lifestyle and physical activity level. An observational study was conducted with 86 university students enrolled in health undergraduation courses in a private university in the city of São Paulo, with mean age 24.4±6.8 years old Presence and intensity of low back pain were assessed through visual analogue scale. Participants underwent an anthropometric assessment composed by weight and stature. To assess lifestyle, “Fantastic” questionnaire was employed, and to acknowledge physical activity level, International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) was administered. The sample was divided into 2 groups: with and without low back pain. Data were analyzed through descriptive statistics, Student’s t test and chi-square in SPSS v.22 statistical package, and p-values <0.05 were considered statistically significant. Prevalence of low back pain was 57% in the studied sample. Results showed that lifestyle significantly differed between groups (p=0.008), but no differences were observed regarding physical activity level. We conclude that more than half of the health university students presented low back pain, and there is a relationship between lifestyle and the presence of this condition.

    Keywords: Low back pain, life style, motor activity, young adult.

    SOBRE OS AUTORES

    1. PhD, Docente da graduação em Fisioterapia e do Mestrado em Promoção da Saúde do Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP-SP), São Paulo, SP, Brasil.
    2. PhD, Docente da graduação em Educação Física e do Mestrado em Promoção da Saúde do Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP-SP), São Paulo, SP, Brasil.
    3. Fisioterapeuta graduada pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP-SP), São Paulo, SP, Brasil.

    AUTOR CORRESPONDENTE

    Natália Cristina de Oliveira

    Estrada de Itapecerica, 5859, Policlínica Universitária

    São Paulo – SP

    CEP 05858-001

    E-mail [email protected]

    Telefone (11) 2128-6948

    Deixe um comentário