Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    11-mar-2011 às 11:38

    Prevalecência de Lombalgia em Socorristas de Resgate do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas

    [addtoany]

    Back Pain Prevalence Between Rescue Professionals of Alagoas
    Military Fire Department

    Ivan do Nascimento da Silva1, Carlos Silvandro Costa Vieira1, Erika Rosângela Alves Prado2, José Erickson Rodrigues3

    RESUMO

    Estudos apontam o levantamento manual de cargas e a alta frequência de repetições como fatores para o desenvolvimento de lombalgia, e como socorristas executam tais atividades, este trabalho investigou a prevalência de lombalgia em um grupo destes profi ssionais. Foi realizado um estudo do tipo
    transversal e o grupo estudado correspondeu a 60 socorristas, que responderam os questionários de Rolland Morris e uma adaptação do questionário elaborado por Herus Ponte. Os dados registrados foram processados por meio do software EpiInfo e os resultados mostraram que 20% dos sujeitos estudados não
    relatavam dor na região lombar, enquanto entre os relatos, 33 indivíduos eram homens (68,75%). Conclui-se que existiu uma prevalência relevante de lombalgia entre os socorristas de resgate do Corpo de Bombeiros Militar estudados, e que novos estudos sobre doenças ocupacionais neste tipo de profi ssionais
    podem colaborar para a elaboração de estratégias de prevenção e tratamento das lombalgias.

    Palavras-chave: Lombalgia, Prevalência, Saúde do Trabalhador.

    ABSTRACT

    Many studies indicate that manual load lifting and high frequency of repetitions as factors for development of low back pain, and as rescuers perform such activities, this work investigated the low back pain prevalence on one of these professionals. We realized a transversal study design and the studied group
    had corresponded to 60 rescuers who responded the Rolland Morris Questionnaire and an adaptation of Herus Ponte’s Questionnaire. All data were processed by EpiInfo software and the results showed that 20% of them was not related low back pain, while between the claims of it, 33 subjects were men (68,75%).
    We concluded that were relevant prevalence of low back pain between rescuers of Alagoas Military Fire Department, and that new studies about Occupational Diseases in this professionals profi le can collaborate for strategies development of prevention and treatment for low back pain.

    Key words: Low back pain, Prevalence, Occupational Health.

    Sobre o Autor

    1. Graduandos do Curso de Fisioterapia do Centro Universitário CESMAC.
    2. Fisioterapeuta docente do curso de Fisioterapia do CESMAC, especialista em
    Recursos Cinesioterapêuticos.
    3. Fisioterapeuta docente do curso de Fisioterapia do CESMAC, especialista em
    Fisioterapia em Neurologia.

    Recebido: 13/06/2010
    Aceito: 25/01/2011
    Autor para correspondência: Ivan do Nascimento da Silva
    E-mail: [email protected]

    Deixe um comentário