Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    12-set-2011 às 17:33

    O Uso Terapêutico da Posição Prona em Pacientes Pediátricos com Doenças Pulmonares – Atualização Bibliográfica

    [addtoany]

    The Therapeutic Use of Prone Positioning in Pediatric with Pulmonary Disease – Bibliography Update

     
    Juliana Karina Brugnolli Medeiros ¹; Lílian Goraieb ²

     Objetivo: relatar os estudos mais recentes realizados sobre os efeitos terapêuticos da posição prona em pacientes pediátricos com doenças pulmonares, para justificar o uso rotineiro desta posição no cuidado ventilatório em Unidades de Terapia Intensiva pediátricas.

     RESUMO

    Objetivo: relatar os estudos mais recentes realizados sobre os efeitos terapêuticos da posição prona em pacientes pediátricos com doenças pulmonares, para justificar o uso rotineiro desta posição no cuidado ventilatório em Unidades de Terapia Intensiva pediátricas.

    Fontes de dados: Medline, Scielo e Pubmed, analisando artigos predominantemente de 2005 à 2009. Síntese dos dados: a posição prona ou decúbito ventral vem sendo utilizado em pediatria como uma estratégia protetora pulmonar. Sua principal eficácia é melhorar a oxigenação, com utilização principalmente na Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo. Outro benefício é o recrutamento pulmonar, com consequente redução rápida dos parâmetros ventilatórios. O tempo ideal para permanência nesta posição pode variar de quatro a oito horas, até o uso contínuo da mesma. Conclusões: O uso da posição prona em crianças com pneumopatias melhora a oxigenação pulmonar, possibilitando a diminuição de parâmetros ventilatórios. Complicações relacionadas a esta posição são raras, porém faltam mais estudos que comprovem que seu uso regular é eficiente na diminuição da morbidade e mortalidade.

    Palavras-chave: Pediatria; Decúbito Ventral; Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo.

    ABSTRACT

    Objective: To report the most recent studies conducted on the therapeutic effects of prone positioning in pediatric patients with pulmonary diseases, to justify the routine use of this position on ventilatory care in pediatric intensive care units. Data sources: Medline, PubMed and Scielo, analyzing articles predominatly from 2005 to 2009. Summary of findings: the prone position has been used in pediatrics as a lung protective strategy. Its main effectiveness is to improve oxygenation, using mainly in Acute Respiratory Distress Syndrome. Another benefit is the recruitment lung, resulting in rapid reduction of ventilatory parameters. The perfect time to stay in this position can vary from four to eight hours until the continuous use of it. Conclusions: The use of prone positioning in children with pulmonary lung improves oxygenation, allowing the reduction of ventilatory parameters. Complications related to this position are rare, but more studies are lacking, proving that its regular use is effective in decreasing morbidity and mortality.

    Key words: Pediatrics; Prone Position; Respiratory Distress Syndrome Acute.

    Sobre os Autores

    1. Fisioterapeuta, Especialização em Fisioterapia Pediátrica Neonatal pela FAMERP – Faculdade de Medicina de Base de São José do Rio Preto.
    2. Fisioterapeuta e Mestre do Hospital de Base de São José do Rio Preto.

    Recebido: 03/2010
    Aceito: 07/2010
    Autor para correspondência: Juliana Karina Brugnolli Medeiros
    Endereço: Rua Virgílio Pangnozzi, 106 – Metrópoli
    Dracena – São Paulo. CEP: 17.900-000
    Telefone: (43) 99267293 / (43) 33545168
    Email: [email protected]

    Deixe um comentário