14-dez-2018 às 12:33

    MÉTODOS DE CLASSIFICAÇÃO DE RISCO E DIAGNÓSTICO DO DELIRIUM EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

    [addtoany]
    Delirium é definido como um distúrbio neurológico apresentado pelos pacientes internados em unidades clínicas, cirúrgicas, porém prevalente em Unidade de Terapia Intensiva, com incidência variando entre 5 a 92%.

    Methods of classification of risk and diagnosis of delirium in a unit of intensive therapy

    Janayna do Rocio Luvizotto¹, Vicente Machado Neto¹, Bertoldo Schneider Junior¹, Tamires Shadyani Pacheco Luvizotto2

     

    RESUMO

    Delirium é definido como um distúrbio neurológico apresentado pelos pacientes internados em unidades clínicas, cirúrgicas, porém prevalente em Unidade de Terapia Intensiva, com incidência variando entre 5 a 92%. É considerada uma emergência psiquiátrica, por ter manifestações agudas psíquicas ou comportamentais que exercem riscos a integridade física do indivíduo, associada à alta mortalidade e maior tempo de internamento, o que resulta em maiores custos no tratamento. Objetivou-se apontar o risco de desenvolvimento do Delirium, descrever métodos diagnósticos e identificar métodos de classificação de risco utilizados pela Enfermagem em pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva. Estudo descritivo, qualitativo, realizado através de buscas na bases de dados no Scientific Eletronic Library Online, Medical Literature Analysis and Retrieval System Online e Biblioteca Virtual da Saúde. Dentre os fatores de risco, destacam-se: operatório que ocorre de 15 a 53% e pós trauma os números podem ser de 10 a 52% dos pacientes. Quando não ocorre o diagnóstico e não se avalia corretamente, as intervenções médicas e de enfermagem podem ser utilizadas de forma inadequada e as condutas poderão não contribuir para a melhora do paciente ou mascarar a identificaçãoda doença. Para que a realização da prevenção, detecção precoce e tratamento do Delirium sejam realizados de maneira adequada é necessário que médicos e enfermeiros assumam a liderança no estabelecimento de medidas para a educação continuada dos profissionais da equipe sobre o distúrbio, devendo implementar rotinas para a sua monitorização e tratamento.

    Palavras-chave: Delirium, Unidade de Terapia Intensiva, Enfermagem.

     

    ABSTRACT

    Delirium is defined as a neurological disorder presented by patients hospitalized in clinical, surgical units, but prevalent in the Intensive Care Unit, with an incidence ranging from 5 to 92%. It is considered a psychiatric emergency because it has acute psychic or behavioral manifestations that endangers the individual’s physical integrity, associated with high mortality and longer hospitalization, which results in higher treatment costs. The objective was to identify the risk of developing Delirium, to describe diagnostic methods and to identify risk classification methods used by Nursing in patients admitted to the Intensive Care Unit. A descriptive and qualitative study was carried out by searching the databases in the Scientific Electronic Library Online, Medical Literature Analysis and Retrieval System Online and the Virtual Health Library. Among the risk factors, the following stand out: operative that occurs from 15 to 53% and post trauma the numbers can be from 10 to 52% of patients. When the diagnosis does not occur and it is not evaluated correctly, medical and nursing interventions can be used in an inadequate way and the behaviors may not contribute to the improvement of the patient or mask the identification of the disease. In order for the prevention, early detection and treatment of Delirium to be performed adequately, it is necessary for doctors and nurses to take the lead in establishing measures for the continuing education of the team professionals about the disorder, and

    Keywords: Delirium, Intensive Care Unit, Nursing.

     

    SOBRE OS AUTORES

    1. UTFPR, Curitiba, Paraná, Brasil.
    2. Faculdade Inspirar, Curitiba, Paraná, Brasil.

    Autor correspondente:

    Janayna do Rocio Luvizotto
    Avenida Sete de Setembro, 380, Ap. 22 – Alto da XV
    Curitiba – PR, 80045-385
    [email protected]

    Deixe um comentário