22-nov-2012 às 09:46

    MANIPULAÇÃO DA MUSCULATURA INTRÍNSECA DO PÉ EM PORTADORES DE LESÃO ENCEFÁLICA ADQUIRIDA

    [addtoany]

    Intrinsic muscle feet manipulation in carriers of acquired brain injury

    Ana Elisa Zuliani Stroppa Marques1,Natália Targas Lima2, Lívia Sensuline Valaretto3, João Simão de Melo Neto4, Marina Emed Jacinto3, Paulo Rogério Corrêa5, Maria Inês Lorenzetti6

    Lesão encefálica adquirida compromete a estabilidade corporal devido à diminuição sensório-motora e alteração do apoio plantar, ocasionando limitações sobre o controle do equilíbrio.

    RESUMO

    Verificar os efeitos da manipulação da musculatura intrínseca do pé sobre o aumento do apoio plantar e equilíbrio ortostático, em portadores de lesão encefálica. Selecionados nove pacientes adultos em tratamento que adotam ortostatismo sem auxílio de membros superiores. Para coleta baropodométrica e estabilométrica, inicial e final, utilizou-se um baropodômetro calibrado com tempo de 15 segundos para cada análise.  Após a coleta inicial realizou-se alongamento de tríceps sural, e da musculatura intrínseca do pé seguido por deslizamentos no sentido póstero-anterior com uma toalha de rosto posicionada na planta do pé. A manipulação foi realizada na bordo medial e lateral do pé, tracionando da região de retro pé em direção ao ante-pé, alternadamente. O tempo estipulado para cada manipulação foi de 15 segundos e para cada deslizamento cinco repetições. Posteriormente realizou-se a coleta final. Analisando a área de contato da superfície plantar, observou-se que os indivíduos que foram trabalhados com alongamento da musculatura intrínseca dos pés, apresentaram melhora no apoio plantar, diminuição dos picos de pressão plantar,diminuição da oscilação ântero-posterior e latero-lateral. A pressão plantar e a velocidade de oscilação não demonstraram melhora estatisticamente significativa pós-aplicação do protocolo, porém observou-se melhora na distribuição de peso em retro pé e diminuição da oscilação corporal pós manipulação. O equilíbrio ortostático apresentou melhora significativa decorrente da melhora do desvio radial quando comparado pré e pós-manipulação.

    Palavras-chave: Lesões Encefálicas; Equilíbrio Postural; Deformidades Adquiridas do Pé.

    ABSTRACT

    Brain Injury acquired commits bodily stability due to the decrease in motor and changing the sensory planting support, causing limitations on the control of the balance. Verify the effects of the manipulation of intrinsic muscles of the foot on the increased support to plant and ortostatism balance in people with brain injury. Selected nine adult patients on treatment who adopt ortostatism without the assistance of upper limbs. Baropodometry and stabilometry, gathering starting and ending, used a baropodometry calibrated with time of 15 seconds for each analysis. After the initial collection was held tricep sural stretch, and the intrinsic muscles sural foot followed by landslides in the direction post-previous with a face towel placed in sole. The handling was carried out in the medial and lateral edge of foot, tracionando of the region of rearfoot walk toward the forefoot, interchangeably. The stipulated time for each handling was 15 seconds for each slide five repetitions. Later held the final collection. Analyzing the plantar surface contact area, it was noted that individuals who were worked with elongation of intrinsic muscles of the feet, showed improvement in support plant, decrease of plantar pressure peaks, Antero-posterior decrease of oscillation and latero side. The plantar pressure and oscillation speed not demonstrated statistically significant improvement after application of the Protocol, but noted improvement in weight distribution and reduced foot retro body oscillation post manipulation. The balance ortostatism presented significant improvement resulting from the improved radial deviation compared pre-and post-recovery.

    Keywords: Brain Injuries; Postural Balance; Foot Deformities, Acquired.

    Recebido: 08/20112
    Aceito: 10/2012

    Autor para correspondência:

    Ana Elisa Zuliani Stroppa Marques
    Rua Sebastião Facchini, 134, Bairro Jd. Esmeralda,
    Marília, SP, Brasil,
    E-mail: [email protected]

    Deixe um comentário