Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    15-abr-2019 às 10:41

    MANEJO DA DOR VERTEBRAL COM O USO DA AURICULOTERAPIA

    [addtoany]

    RESUMO

    Dores na coluna vertebral são queixas frequentes de grande parte da classe trabalhadora por diversos motivos, sejam eles laborais e/ou mentais. Assim, cuidar dos profissionais que oferecem serviços de saúde emerge como medida fundamental, já que o bom resultado na população depende do trabalho deles. A auriculoterapia é uma das técnicas utilizadas na medicina tradicional chinesa, com grande aceitabilidade por ser segura e eficaz para diferentes condições, tendo sido reconhecida por seus efeitos positivos em distúrbios físicos, psíquicos e mentais. Dessa forma este estudo se propôs a atuar no manejo da dor de coluna vertebral em profissionais de saúde da unidade de saúde da família Caranguejo, através do uso da auriculoterapia. Trata-se de um estudo série de casos com componentes quantitativos e qualitativos, onde 09 participantes foram selecionados para fazer parte da pesquisa após atenderem aos critérios de inclusão e assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido. Foram utilizados a escala visual analógica de dor (EVA) e o mapa de Corllet para identificar o local da coluna correspondente à dor. Em seguida, foi procedido a auriculoterapia de forma individual para cada caso observado.  Após a reavaliação as 09 profissionais que se submeteram ao tratamento semanal através da auriculoterapia relataram melhora significativa dos sintomas álgicos da coluna vertebral. Houve também diminuição da percepção da dor na escala EVA após as sessões de auriculoterapia. Assim, a auriculoterapia se mostrou um tratamento eficaz para diminuição da dor de coluna nos profissionais de saúde submetidos à mesma.

    Palavras-chaves: Auriculoterapia; Coluna vertebral; Profissionais de Saúde

     

    ABSTRACT

    Spinal pains are frequent complaints of a large part of the working class for various reasons, be they labor and / or mental. Thus, caring for the professionals that offer health services emerges as a fundamental measure, since the good result in the population depends on their work. Auriculotherapy is one of the techniques used in traditional chinese medicine, with great acceptability for being safe and effective for different conditions, and has been recognized for its positive effects on physical, mental and mental disorders. Thus, this study proposed to act in the management of spinal pain in health professionals of the family health unit Caranguejo, through the use of auriculotherapy. This is a case series study with quantitative and qualitative components, where 09 participants were selected to be part of the research after meeting the criteria for inclusion and signing of informed consent. The visual analogue pain scale (VAP) and the Corllet map were used to identify the location of the corresponding pain column. Then, auriculotherapy was performed individually for each case observed. After the reevaluation, the 09 professionals who underwent weekly treatment through auriculotherapy reported a significant improvement of the spinal pain symptoms. There was also a decrease in the perception of pain on the scale VAP after auriculotherapy sessions. Thus, auriculotherapy was shown to be an effective treatment for the reduction of spinal pain in healthcare professionals submitted to it.

    Key-words: Auriculotherapy; Spine; Health professionals

     

    SOBRE O AUTOR

    Fisioterapeuta bacharela e licenciada; Capacitação em Auriculoterapia (Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC); Residência Multiprofissional em Saúde da Família (Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira – IMIP); Especialista em Traumatologia (Faculdade de Ciências Humanas e Exatas do Sertão do São Francisco – FACESF);

    Enfermeira bacharela e licenciada; Capacitação em Auriculoterapia (Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC); Residência Multiprofissional em Saúde da Família (Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira – IMIP); Especialista em Enfermagem do Trabalho (Faculdade de Ciências Humanas e Exatas do Sertão do São Francisco – FACESF); MBA em Gestão e Auditoria em Serviços de Saúde (Faculdade de Ciências Humanas e Exatas do Sertão do São Francisco – FACESF); Enfermeira-auditora na empresa Hospital Santa Luzia, Recife-PE;

    Biomédico e Cirurgião-Dentista; Especialista em Acupuntura (Shen – Estudos de Medicina Chinesa); Especialista em Tecnologia Ambiental (Universidade Católica de Pernambuco); MBA em Gestão e Auditoria em Serviços de Saúde (Faculdade de Ciências Humanas e Exatas do Sertão do São Francisco – FACESF); Mestre em Clínica Integrada Odontológica (Universidade Federal de Pernambuco – UFPE); Doutorando em Clínica Integrada Odontológica (Universidade Federal de Pernambuco – UFPE); Biomédico na empresa Laboratório Hapvida, Recife-PE;

    Médico; Especialista em Saúde Pública em Áreas Urbanas pela Comunidade Européia (South Bank Universit – Inglaterra); Especialista em Medicina do Trabalho; Especialista em Pediatria; Mestre em Saúde Pública (Universidade de Leed – Reino Unido); Doutorado em andamento (Universitat Autònoma de Barcelona – Espanha); Assessor da chefia de gabinete da superintendência geral do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira – IMIP; Coordenador do curso de Sáude Pública em Áreas Urbanas; Supervisão da Residência Multiprofissional em Saúde da Família do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira – IMIP; Professor das disciplinas de Puericultura, Atenção Básica de Saúde e de Seminário de Integração IV do curso de Medicina da Universidade Católica de Pernambuco.

     

    Autor correspondente:

    Lilybethe Fernandes da Silva

    Rua nova, 147 Santo Aleixo – Jaboatão dos Guararapes/PE.

    Email: [email protected]

    Deixe um comentário