28-maio-2010 às 14:55

    Fotogrametria Computadorizada na Avaliação da Escoliose: Proposta de um novo marcador anatômico de superfície.

    [addtoany]

    Computaderized Photogrammetry for Escoliosis Evaluation: Proposal for a New Anatomical Landmark


    Rozilene Maria Cota Aroeira¹, Jefferson Soares Leal², Antonio Eustáquio de Melo Pertence³

    Resumo

    A fotogrametria computadorizada vem sendo utilizada como um recurso não-invasivo na avaliação da escoliose. A identificação da vértebra apical, onde ocorre o fenômeno da escoliose, é de grande relevância para a aplicação de protocolos fotogramétricos nessa deformidade. A fotogrametria computadorizada vem sendo utilizada como um recurso não-invasivo na avaliação da escoliose. A identificação da vértebra apical, onde ocorre o fenômeno da escoliose, é de grande relevância para a aplicação de protocolos fotogramétricos nessa deformidade. Objetivos: desenvolver um marcador de superfície visando reproduzir, por meio da pele, essa deformidade vertebral e, assim, avaliar a intensidade de concordância entre os raios-X e a fotogrametria computadorizada para a localização da vértebra apical. Método: Foram avaliados 16 indivíduos (quatorze do sexo feminino e dois do sexo masculino) portadores de escoliose idiopática do adolescente, com as médias: idade 21,44 6,17 anos, peso 52,9 5,88 Kg, estatura 1,63 0,05 m e índice de massa corporal (IMC) 19,86 0,26. Cada sujeito foi radiografado em ortostatismo ânteroposterior e fotografado com câmera digital nos planos frontal posterior, oblíquo esquerdo 45º e sagital direito 90º. As fotografias, utilizando o software CorelDraw-13®, e as radiografias foram submetidas à análise para localização da vértebra apical. Resultados: O coeficiente Kappa para a localização da vértebra apical nas escolioses torácicas foi 0,920 e para as escolioses lombares esse coeficiente foi 0,825, demonstrando uma concordância excelente entre os métodos de raios-X e de fotogrametria computadorizada. O nível de significância adotado para todos os testes foi de 5%. Conclusão: Os estudos preliminares demonstraram uma forte concordância entre os dois  métodos para a identificação da vértebra apical torácica e lombar. O marcador anatômico de superfície tipo vetor demonstrou ser capaz de reproduzir, na superfície, o fenômeno da escoliose.

    Palavras-chave: escoliose, raios-X, fotogrametria computadorizada, dispositivo.

    Abstract

    Computerized photogrammetry has been used as a noninvasive method for angular measurement of scoliosis. The identification of the apical vertebra, local of occurrence of the scoliosis phenomenon, is of great relevance for implementation of photogrammetric protocols. Objective: This study had as goal to develop a skin landmark in order to delineate on the surface this phenomenon of scoliosis and thus evaluate the strength of correlation between X-rays and computerized photogrammetry for the location of the apical vertebra of scoliosis. Methods: We studied 16 subjects (14 females and 2 males) with adolescent idiopathic scoliosis, which had average age of 21.44 6.17 years, an average weight of 52.91 5.88 kg, an average height of 1.63 0.05 m and body mass index (BMI) of 19.86 0.26. Each subject had a antero-posterior radiograph of their trunk and was photographed in standing, dorsal, lateral (right side visualization 90º) and oblique (left side 45º) positions, utilizing a digital camera. The photographs were analyzed to identify the apical vertebra, according to established criteria, using the Suíte CorelDraw-13® software. The radiographs were analyzed for identification of the apical vertebra. Results: The kappa coefficient for location of the apical vertebra in thoracic scoliosis was 0.920 and the lumbar scoliosis coefficient was
    0.825, demonstrating excellent agreement between the methods of X-rays and computerized photogrammetry. The level ofsignificance for all tests was 5%. Conclusion: Preliminary studies have shown a strong correlation between the two methods for the identification of thoracic and lumbar apical vertebra. The landmark type vector was effective to represent on the skin surface the phenomenon of scoliosis.

    Key words: scoliosis, X-rays, computerized photogrammetry, device.

    Sobre os Autores

    1. Fisioterapeuta, mestre em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Minas Gerais – Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.

    2. Médico, coordenador do Ambulatório de Coluna Vertebral do serviço de ortopedia do Hospital das Clínicasda Universidade Federal de Minas Gerais.

    3. Engenheiro Mecânico, professor doutor da Escola de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Minas Gerais – Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.

    Recebido:02/01/2010
    Aceito:15/01/2010
    Autor para correspondência: Rozilene Maria Cota Aroeira
    E-mail: [email protected]

    Deixe um comentário