05-maio-2017 às 14:08

    FATORES DE RISCO ASSOCIADOS COM A FALHA DE EXTUBAÇÃO EM RECÉM-NASCIDOS SUBMETIDOS À VENTILAÇÃO MECÂNICA

    [addtoany]

    Identificar os fatores de risco associados à falha da extubação da ventilação mecânica por pressão positiva (VMPP) em recém-nascidos (RNs).

    Factors associated with extubation failure in newborns undergoing mechanical ventilation

    Graziela Ferreira Biazus1, Cidia Cristina Kupke2, Silvia Raquel Jandt3, Diogo Machado Kaminski4

    RESUMO

    Objetivos: Identificar os fatores de risco associados à falha da extubação da ventilação mecânica por pressão positiva (VMPP) em recém-nascidos (RNs). Métodos: Estudo prospectivo, realizado no período de setembro de 2014 a julho de 2015 na unidade de terapia intensiva neonatal do Hospital de Clínicas de Porto Alegre – Brazil (HCPA). Foram avaliados 83 RNs de ambos os gêneros, com idade gestacional ao nascimento entre 25-42 semanas, submetidos à VMPP e posteriormente à extubação. Considerou-se falha na extubação o retorno à VMPP antes de 48 horas. Os RNs foram divididos em grupo falha na extubação (GFE) e grupo sucesso na extubação (GSE). Resultados: Dos 83 RNs incluídos, 14 (17%) apresentaram falha de extubação. A pressão de oxigênio (PO2) foi maior no GFE em relação ao GSE (83,2 ± 22,2 vs 62,3 ± 20,9; p=0,001) antes da extubação. Conclusão: O estudo demonstrou que o fator primário envolvido no evento falha de extubação em RNs foi o aumento da PO2.

    Palavras chaves: Recém-nascidos; ventilação mecânica; extubação

    ABSTRACT

    Objectives: To identify risk factors associated with extubation failure of mechanical ventilation by positive pressure (VMPP) in newborns (NBs). Methods: A prospective study conducted from September 2014 to July 2015 in the neonatal intensive care unit of the Hospital de Clínicas de Porto Alegre – Brazil (HCPA). Were assessed 83 newborns of both genders, with gestational age at birth between 25-42 weeks, underwent VMPP and after the extubation. Extubation failure was considered a return to VMPP before 48 hours. Results: Of the 83 NBs enrolled, 14 (17%) had extubation failure. The oxygen pressure (PO2) was higher in the GFE relative to GSE (83.2 ± 22.2 vs. 62.3 ± 20.9; p = 0.001) before extubation. Conclusion: The study showed that the primary factor involved in extubation failure in NBs was the increase in PO2.

    Key words: Newborn; mechanical ventilation; extubation

    SOBRE OS AUTORES

    1.Fisioterapeuta, Mestre em Ciência da Saúde (UFCSPA). Serviço de Fisioterapia/ Neonatologia (HCPA). Porto Alegre, RS, Brasil.
    2.Fisioterapeuta, Especialista em Fisioterapia em Pediatria e Neonatologia Hospitalar. Serviço de Fisioterapia/ Neonatologia (HCPA). Porto Alegre, RS, Brasil.
    3.Fisioterapeuta, Especialista em Fisioterapia em Pediatria e Neonatologia Hospitalar. Serviço de Fisioterapia/ Neonatologia (HCPA). Porto Alegre, RS, Brasil.
    4.Fisioterapeuta, Mestrado pelo Instituto de Cardiologia/Fundação Universitária de Cardiologia do Rio Grande do Sul. Serviço de Fisioterapia/ Neonatologia (HCPA). Porto Alegre, RS, Brasil.

    AUTOR PARA CORRESPONDÊNCIA

    Graziela Ferreira Biazus
    Rua Podalírio João da Rocha, 174/ CEP: 92440-090. Porto Alegre/RS, Brasil
    Fone (51) 99222 5166
    e-mail: [email protected]

    Deixe um comentário