Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    19-maio-2010 às 17:09

    Fatores Causais e Sociais Relacionados ao Óbito Materno de Mulheres Residentes no Estado da Paraíba

    [addtoany]

    Causal and Social factors related to Maternal Obits of Women resident in the State of Paraíba

    Ana Cristina da Nóbrega Marinho Torres Leite¹, Neir Antunes Paes²

     

    Resumo

    Este estudo objetivou identificar os fatores causais e sociais associados aos óbitos maternos de mulheres residentes no estado da Paraíba, nos anos de 2000 a 2004. Trata-se de estudo longitudinal, com abordagem quantitativa, cuja população foi constituída por todas as declarações de óbitos maternos existentes no setor de vigilância epidemiológica da secretaria estadual de saúde entre os anos de 2000 a 2004. Verificou-se que as mulheres que foram a óbito por morte materna estavam no auge da vida reprodutiva, não brancas e tinham pouca escolaridade. A mortes se deram por causas obstétricas diretas. Porém, o comportamento do coeficiente de mortalidade materna, nos cinco anos, não mostra efetiva melhora nos serviços de saúde materna. Conclui-se que houve predomínio dos óbitos maternos evitáveis, evidenciando assistência inadequada ao pré-natal, parto e puerpério.

    Palavras-chave: Mortalidade; Mortalidade Materna; Saúde Materna.

    Abstract

    The presented study had as objective to identify causal and social factors related to maternal obits of women resident in the state of Paraíba, from 2000 to 2004. It is a longitudinal study, with quantitative approach, which population was formed by all the obituaries from the epidemiology surveillance sector at the state health department between 2000 and 2004. It was verified that women who died by maternal causes were in the peak of their reproductive life, not Caucasian, and had little education. The deaths were due to direct obstetric causes. However the behavior of the maternal mortality coefficient, in the last five years, does not show improvement in the maternal health care services. It is possible to conclude that there was a predominance of avoidable maternal obits, pointing inadequate assistance in prenatal, delivery and puerperium.

    Keywords: Mortality; Maternal Mortality; Maternal Health.

    Sobre os Autores

    1. Dr.a em Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.Professora do Departamento de Fisioterapia da União de Ensino Superior de Campina Grande-PB.

    2. Doutor em Demografia. Departamento de Estatística, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa-PB.

    Recebido: maio de 2009
    Aceito: maio de 2009
    Autor para correspondência:
    Email: [email protected]

    Deixe um comentário