Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    02-set-2010 às 15:16

    Evidências sobre a Eficácia das Técnicas de Reabilitação Pulmonar em Pacientes com Traumatismo Craniano Encefálico em Fase Hospitalar

    [addtoany]

    Evidences about Effects of the Pulmonary Rehabilitation Techniques in Traumatic Brain Injury Patients during Hospital Phase

    Amanda Cristine Fátima Búfalo¹, Anna Priscila Alves Corrêa², Ligia Furtado de Almeida Izaias³, Maria Carolina Abetini4, Giulliano Gardenghi5

    RESUMO

    O traumatismo crânioencefálico (TCE) é uma das maiores causas de morbimortalidade em adultos jovens. Numerosos estudos têm expandido o conhecimento dos eventos fisiopatológicos do mesmo. A escassez de estudos sobre os tipos de tratamento nestes pacientes pode levar a condutas contraditórias. É de suma importância que se evidenciem, com base na literatura científica, os tratamentos fisioterapêuticos mais eficazes para a reabilitação pulmonar de pacientes vítimas de TCE em fase hospitalar, visando à prevenção de complicações advindas dos dias de internação hospitalar, e do manejo não adequado. Dada a complexidade desses pacientes, as unidades de terapia intensiva devem ter uma equipe multidisciplinar treinada, bem como a presença de fisioterapeutas, os quais tendem a minimizar o risco de complicações neurológicas, motoras e respiratórias.

    Palavras-chave: Traumatismos Encefálicos, Hipertensão Intracraniana, Hiperventilação, Resultado de Tratamento, Unidades de Terapia Intensiva.

    ABSTRACT

    Traumatic Brain Injury (TBI) is one of the major causes of morbimortality among young adults. Several studies have been developed aiming to expand the knowledge of the physiopathological events related to it. The lack of studies concerning treatment strategies may guide the professionals to some controversial approaches. It is important to search for evidences, based in the scientific literature, of the benefits provided by the physiotherapy in TBI patients during the intrahospital phase of their treatment, aiming to prevent complications that may develop from long intra-hospital admission periods and also from a non adequate approach by health professionals. Due to the complexity of patients involved in these events, intensive care units must have a multidisciplinary team well prepared, including the presence of physiotherapists, whose may tend to decrease the risk of neurological, motor and respiratory complications.

    Key words: Brain Injuries, Intracranial hypertension, Hyperventilation, Treatment Outcome, Intensive Care Units.

    Sobre os Autores

    1, 2, 3 e 4 – Fisioterapeuta, Especialista em Fisioterapia Hospitalar pelo Hospital e Maternidade São Cristóvão (HMSC).
    5. Fisioterapeuta, Coordenador do Curso de Pós-Graduação em Fisioterapia Hospitalar do Hospital e Maternidade São Cristóvão; Professor do CEAFi – Centro de Estudos Avançados e Formação Integrada – Goiânia – GO; Professor da Universidade São Judas Tadeu – São Paulo – SP; Doutor em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

    Recebido: maio de 2009
    Aceito: setembro de 2009
    Autor para correspondência: Patricia Nancy Iser Bem
    E-mail: [email protected]

    Deixe um comentário