Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    27-maio-2010 às 14:27

    Equoterapia: Tratamento Especializado para Pacientes com Lesão Medular

    [addtoany]

    Riding Therapy: Especial Treatment for Patientes with Spinal Injures

    Jerusa Colombaroli de Souza¹

    Resumo

    A lesão medular é uma condição catastrófica que, dependendo de sua gravidade, pode causar alterações dramáticas na vida da vítima. A lesão medular é uma condição catastrófica que, dependendo de sua gravidade, pode causar alterações dramáticas na vida da vítima. O efeito da lesão tem impacto não somente na vida do paciente e de sua família, mas também em toda a sociedade. Os pacientes portadores de lesão medular podem se beneficiar de terapias alternativas como a equoterapia. Ela proporciona ganhos sensório-motores através dos movimentos tridimensionais e das inflexões laterais que potencializam a circuitaria sináptica evocando a modulação de tônus muscular, ajustes posturais, coordenação motora, equilíbrio, força muscular e dissociação de cinturas. Uma vez que esses pacientes necessitam de reabilitação por um longo tempo, a equoterapia pode auxiliar na melhora da funcionalidade desses pacientes. Dois pacientes com diagnóstico de lesão medular nível C5 – C6 foram submetidos ao tratamento no Parque de Exposição João Bernardo Pinto Sobrinho, em São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais, com uma sessão semanal, de 30 minutos, durante seis meses. Foram realizadas avaliação das atividades funcionais estáticas e dinâmicas, avaliação do tono muscular e o Índice de Barthel. Houve melhora do controle proximal e distal dos membros inferiores principalmente nas posturas de quadrupedia e sedestação. Isso foi alcançado através do ganho de equilíbrio e ajustes posturais que culminou na melhora das  atividades de vida diária. Evidências demonstram que a equoterapia auxilia nas aquisições de padrões motores, proporcionando- lhe funcionalidade e ampliando sua socialização.

    Palavras-chave: Equaterapia; biopsicossocial; cavalo; lesão medular; interação.

    Abstract

    The injury to medular is a catastrophic condition that,  depending on its gravity, can cause dramatical alterations in the life of the victim. The effect of the injury not only has impact
    in the life of the patient and its family, but also in all the society.  The carrying patients of injury to medular can benefit themselves of alternative therapies as the equoterapia. It provides to profitssensório-engines through the three-dimensional movements and  of the lateral inflections that potencializam would circuitaria it sináptica evoking the muscular modulation of tônus, posturais  adjustments, motor coordination, balance, muscular force and dissociação of waists. A time that these patients needwhitewashing for a long time, the equoterapia can assist in the
    improvement of the functionality of these patients. Two patients  with injury diagnosis to medular C5 level – C6 Young chicken had been submitted to the treatment in the Park of Exposition
    Bernardine João Nephew, in Is Sebastião of the Paradise, Minas  Gerais, with a weekly session, of 30 minutes, during six months. Evaluation of the static and dynamic functional
    activities, evaluation of tono muscular and the Index of Barthel  had been carried through. It mainly had improvement of the proximal and distal control of the inferior members in the
    positions of quadrupedia and sedestação. This was reached  through the profit of balance and posturais adjustments that culminated in the improvement of the activities of daily life.
    Evidences demonstrate that the equoterapia assists in the  acquisitions of motor standards, providing functionality to it and extending its socialization.

    Key words: Equaterapia; biopsicossocial; horse; injury to medular; interaction.

    Sobre os Autores

    1. Fisioterapeuta graduada pela UFSCar e com pós-graduação em Fisioterapia Neurológica pela UNIFRAN. 56º Curso Básico de Equaterapia e 5º Curso Avançado de Equaterapia pela ANDE-BRASIL. 1º Curso de Equitação especial para o 4º Programa de equaterapia e Hipismo Paraolímpico. I Curso Nacional para Atletas e Treinadores de Adestramento Paraolímpico. Classificadora Nacional de Hipismo Paraolímpico.

    Recebido: maio de 2009
    Aceito: setembro de 2009
    Autor para correspondência: Jerusa Colomb
    E-mail: [email protected]

    [su_button url=”https://inspirar.com.br/revista/wp-content/uploads/2014/12/artigo525.pdf” target=”blank” icon=”icon: file-pdf-o”]Fazer download em PDF do artigo completo![/su_button]

    Deixe um comentário