Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    14-maio-2014 às 11:17

    ELETROESTIMULAÇÃO EM PACIENTES PORTADORES DE DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA

    [addtoany]

    Electrical stimulation in patients with chronic obstructive pulmonary disease

     

    Celso Henrique Mendes Alves Ferreira¹, Fabiana Sera Kim², Roberta Munhoz Manzano3,  Robison José Quitério4,  Alexandre Ricardo Pepe Ambrozin5

     

    Portadores da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) podem apresentar disfunções musculares, que acabam por reduzir a capacidade funcional. A eletroestimulação neuromuscular (EENM) é uma técnica que pode ser eficaz nestes pacientes, pois implica baixa sobrecarga ao sistema cardiorrespiratório.

    RESUMO

    Portadores da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) podem apresentar disfunções musculares, que acabam por reduzir a capacidade funcional. A eletroestimulação neuromuscular (EENM) é uma técnica que pode ser eficaz nestes pacientes, pois implica baixa sobrecarga ao sistema cardiorrespiratório. O objetivo deste estudo foi verificar os efeitos da eletroestimulação neuromuscular na força muscular e na capacidade cardiorrespiratória de portadores de DPOC. Foram avaliados 5 pacientes (2 homens; 3 mulheres), com idade média de 70,40±6,61 anos, que foram submetidos à anamnese, avaliação antropométrica, espirométrica, capacidade funcional cardiorrespiratória e  força muscular de membros inferiores. Após as avaliações os pacientes foram incluídos em um programa de eletroestimulação dos músculos do quadríceps femoral, realizado 3 vezes por semana durante 5 semanas. Cada sessão teve duração de 30 minutos, sendo reavaliados ao final das 15 sessões. Observou-se resposta estatisticamente significativa para o ganho de força em membro inferior (p= 0,005), porém não foram observadas respostas significativas para a distância percorrida no teste de caminhada de 6 minutos antes e depois do protocolo de eletroestimulação. Neste estudo a EENM mostrou-se eficaz na força muscular localizada, sem efeitos sobre a capacidade funcional, e considerando que poucos são os estudos sobre esses efeitos, são necessários mais estudos para investigar esta relação.

    Palavras-chave: Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica; Eletroestimulação; Força Muscular; Capacidade Funcional.

    ABSTRACT

    Patients with Chronic Obstructive Pulmonary Disease may have muscle dysfunction, which ultimately reduce the functional capacity. Neuromuscular electrical stimulation (NMES) is a technique that can be effective in these patients, and implies low overload to the cardiorespiratory system. The aim of this study was to investigate the effects of NMES on muscle strength and cardiorespiratory fitness in COPD patients. Five patients (2 men, 3 women) were evaluated, with a mean age of 70.40 ± 6.61 years, and underwent anamnesis, anthropometric measurements, spirometry, pulmonary function, cardiopulmonary functional capacity and muscle strength in the lower limbs. After the evaluations, the patients were enrolled in a program of electrical stimulation of the quadriceps muscles, performed 3 times per week for 5 weeks. Each session lasted for 30 minutes, being reassessed at the end of the 15 sessions. Statistically significant response is observed to gain strength in lower limb (p = 0.005), but no significant responses were observed for the distance in six minute walking test before and after the test protocol for electrical stimulation. Showing that with NMES was located just gain muscle strength without effects on functional capacity, and there are few studies that investigate these effects, so further studies are needed to investigate this relationship.

    Key words: Chronic Obstructive Pulmonary Disease, Electrical stimulation, muscle strength, functional capacity.

    Recebido: 02/2014
    Aceito: 04/2014

    Sobre o autor:

    1. Fisioterapeuta formado pela UNESP – Marília/SP/Brasil;

    2. Mestranda do Programa de Pós-graduação em desenvolvimento humano e tecnologias – UNESP – Rio Claro/SP/Brasil.
    3. Professora das Faculdades Integradas de Bauru – FIB – Bauru/SP/Brasil.
    4. Professor Assistente Doutor do Departamento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – UNESP – Marília/SP/Brasil;
    5. Docente do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Humano e Tecnologias – UNESP – Rio Claro/SP/Brasil;

    Autor para correspondência:

    Fabiana Sera Kim

    Av. Higyno Muzzi Filho, 737 CEP 17525-900 Marília, SP
    E-mail: [email protected]

    Deixe um comentário