29-out-2015 às 12:06

    EFEITO DA OSTEOARTRITE DE JOELHO NO DESEMPENHO FÍSICO DE MULHERES IDOSAS

    [addtoany]

    A osteoartrite de joelho (OAJ) é uma das formas mais incapacitantes da doença e apresenta maior incidência com o aumento da longevidade.

    Effect of knee osteoarthritis on physical performance of older female adults

    Ângela Kazue Morita1, Rafaela Maria de Souza1, Luis Renato Garcia Martinez Martins1, Nise Ribeiro Marques1, Marcelo Tavella Navega1

    RESUMO

    A osteoartrite de joelho (OAJ) é uma das formas mais incapacitantes da doença e apresenta maior incidência com o aumento da longevidade. O quadro clínico é composto por sinais e sintomas inflamatórios, fraqueza muscular, deformidade articular e disfunção. O objetivo deste estudo foi correlacionar o ângulo de desalinhamento em valgo do joelho com a pontuação em testes de desempenho físico, bem como, comparar o desempenho físico entre idosas saudáveis e com OAJ. Foram avaliadas 15 voluntárias com idade entre 52 a 78 anos, com diagnóstico radiológico de OAJ. Para o grupo controle, foram selecionadas 8 idosas sem histórico de doenças crônico-degenerativas em membros inferiores e fisicamente ativas. Foi realizado a avaliação do desalinhamento articular em valgo por meio da análise de radiografias com incidência ântero-posterior. Para avaliar o desempenho físico foi aplicado a Short Physical Performance Battery (SPPB), composta por três testes que avaliam:  o equilíbrio estático, a velocidade de marcha em passo habitual, e indiretamente, a força muscular dos membros inferiores. Não foi encontrada correlação entre o ângulo de desalinhamento articular e o desempenho no SPPB. No entanto, foi encontrada diferença significativa entre indivíduos com OAJ e idosas saudáveis nos seguintes testes do SPPB: velocidade de marcha (p = 0,002) e pontuação do teste de levantar-se da cadeira (p< 0,001). Conclui-se que não há correlação entre o ângulo de desalinhamento articular em valgo e o desempenho no SPPB em mulheres com OAJ. Porém, a OAJ possui impacto negativo na capacidade funcional relacionada à mobilidade e força dos membros inferiores.

    Palavras chaves: osteoartrite do joelho, avaliação da deficiência, limitação da mobilidade.

    ABSTRACT

    The knee osteoarthritis is one of the most debilitating forms of the disease and presents higher incidence with increasing longevity. The clinical condition consists of inflammatory signs and symptoms, muscle weakness, joint deformity and dysfunction. This study aimed to correlate the valgus angle of misalignment with scores on tests of physical performance for lower limbs, as well as to compare performance in physical performance test between healthy older adult and women with knee osteoarthritis. Fifteen volunteers were evaluated between the ages 52-78 years, with knee osteoarthritis radiological diagnosis confirmed. For the control group, eight healthy older women without history of chronic diseases in the lower limbs and physically active were selected. The evaluation of the valgus misalignment were performed by analyzing the anteroposterior radiographs. The mobility assessment was conducted by the Short Physical Performance Battery (SPPB), composed by three tests that assess static balance, gait speed at usual pace, and the muscle strength of the lower limbs. No significant correlation between the angle of misalignment and the performance on mobility tests were found. However significant difference between individuals with knee osteoarthritis and healthy people was found in the SPPB tests: walking speed (p = 0,002) and score of rising from a chair test (p = 0,01). The results of this study indicate that there is no correlation between the angle of misalignment in valgus and physical performance in women with knee osteoarthritis. However, knee osteoarthritis has a negative impact on mobility and strength of lower limbs.

    Keywords: osteoarthritis, knee, disability evaluation, mobility limitation.

    SOBRE O AUTOR

    Departamento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Faculdade de Filosofia e Ciências – Unesp – Campus de Marília – SP, Brasil

    AUTOR CORRESPONDENTE

    Ângela Kazue Morita

    Centro de Estudos da Educação e da Saúde – CEES/Unesp

    Avenida Vicente Ferreira, 1278 – Bairro Cascata.

    Caixa Postal 181. CEP 17515-901.

    Marília – SP

    E-mail: [email protected]

     

    Deixe um comentário