Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    10-abr-2018 às 10:27

    DOR E QUALIDADE DE VIDA EM INDIVÍDUOS COM DOENÇAS REUMÁTICAS OSTEOARTICULARES

    [addtoany]

    Nos dias atuais, as doenças reumáticas, especialmente as osteoarticulares, como a osteoartrite, a espondilite anquilosante e a artrite reumatoide, são uma das principais causas de dor e de impacto na qualidade de vida dos indivíduos.

    Pain and quality of life in individuals with rheumatic diseases bone-joint

    Caroline Zanin1, Rafaela Simon Myra1, Joseelen Basso Cândido1, Jaquyline Kohlrausch1, Matheus Santos Gomes Jorge2, Lia Mara Wibelinger3, Luciane Daroit4

    RESUMO

    Nos dias atuais, as doenças reumáticas, especialmente as osteoarticulares, como a osteoartrite, a espondilite anquilosante e a artrite reumatoide, são uma das principais causas de dor e de impacto na qualidade de vida dos indivíduos. O objetivo deste estudo foi analisar e comparar a dor e a qualidade de vida de indivíduos com doenças reumáticas osteoarticulares. Trata-se de um estudo descritivo e analítico, com 25 indivíduos com diagnóstico clínico de osteoartrite, espondilite anquilosante ou artrite reumatoide. Os participantes foram submetidos a uma avaliação socioeconômica e a avaliação da intensidade da dor, por meio da Escala Visual Analógica da dor, e da qualidade de vida, por meio do Questionário de Qualidade de Vida SF-36. Para a análise estatística foi utilizado o programa Wilcoxom, onde os dados foram submetidos ao teste Anova, considerando p≤0,05. Os resultados demonstraram que a dor não apresentou diferença estatística entre os grupos. Apenas o domínio “limitação por aspectos físicos” da qualidade de vida apresentou diferença estatística entre os grupos (p=0,05), evidenciando maior comprometimento físico dos indivíduos com espondilite anquilosante, em relação aos demais. Em geral, os indivíduos com doenças reumáticas osteoarticulares apresentaram diferença na limitação por aspectos físicos relacionados à qualidade de vida, sendo que os portadores de espondilite anquilosante e artrite reumatoide apresentaram piores escores deste domínio em relação aos portadores de osteoartrite, respectivamente.

    Palavras-chave: Dor; Qualidade de vida; Osteoartrite; Espondilite Anquilosante; Artrite Reumatoide.

    .

    ABSTRACT

    In the present days, the rheumatic diseases, especially the bone-joint, such as osteoarthritis, ankylosing spondylitis and rheumatoid arthritis, are one of the main causes of pain and impact on the quality of life of individuals. The aim of this study was to analyze and compare the pain and quality of life of individuals with rheumatic diseases bone-joint. It is a descriptive and analytical study, with 25 individuals with clinical diagnosis of osteoarthritis, ankylosing spondylitis or rheumatoid arthritis. Participants underwent a socioeconomic evaluation and the evaluation of the intensity of pain through the Visual Analog Scale Pain and quality of life through the Questionnaire Quality of Life SF-36. For the statistical analysis, the Wilcoxom program was used, where the data were submitted to the Anova test, considering p≤0.05. The results showed that pain did not present statistical difference between groups. Only the “limitation physical aspects” of the quality of life presented a statistical difference between groups (p=0,05), evidencing greater physical impairment of individuals with ankylosing spondylitis, in relation to the others. In general, individuals with osteoarticular rheumatic diseases presented a difference in the physical aspects related to quality of life, and patients with ankylosing spondylitis and rheumatoid arthritis presented worse scores in this domain than those with osteoarthritis, respectively.

    Keywords: Pain; Quality of Life; Osteoarthritis; Ankylosing Spondylitis; Rheumatoid Arthritis.

    SOBRE OS AUTORES

    1. Graduandas do Curso de Fisioterapia, Faculdade de Educação Física e Fisioterapia, da Universidade de Passo Fundo. Passo Fundo, RS, Brasil.
    2. Fisioterapeuta, pós-graduando do Curso de Especialização em Fisioterapia Traumato-ortopédica e mestrando do Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano, Faculdade de Educação Física e Fisioterapia, pela Universidade de Passo Fundo. Passo Fundo, RS, Brasil.
    3. Doutora em Gerontologia Biomédica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Docente do Curso de Fisioterapia, Faculdade de Educação Física e Fisioterapia, da Universidade de Passo Fundo. Passo Fundo, RS, Brasil.
    4. Docente do Curso de Matemática, Instituto de Ciências Exatas e Geociências, da Universidade de Passo Fundo. Passo Fundo, RS, Brasil.

    Autor correspondente:

    Matheus Santos Gomes Jorge
    Rua Rio de Janeiro, 797, Ipiranga, 99300-000. Soledade/RS.
    Fone: (54) 9.9971.1307
    E-mail: [email protected]

     

    Deixe um comentário