14-jan-2016 às 17:01

    CORRELAÇÃO ENTRE OVERTRAINING E FREQUÊNCIA MEDIANA DO SINAL ELETROMIOGRÁFICO EM ATLETAS DE BASQUETEBOL

    [addtoany]

    O desequilíbrio entre estresse e recuperação no esporte mantido por longos períodos, principalmente em competições, são as principais causas para Overtraining ou síndrome de supertreinamento.

    Correlation between overtraining and frequency median electromyographic signal in basketball athletes

    Juliana Lôbo Froio¹, Aline Neves Paez², Renata Salatini³, Amanda Gomes de Assis Couto4, Cristiane Rodrigues Pedroni5

    RESUMO

    O desequilíbrio entre estresse e recuperação no esporte mantido por longos períodos, principalmente em competições, são as principais causas para Overtraining ou síndrome de supertreinamento. Um dos sinais e sintomas que caracterizam o overtraining é a fadiga muscular, que pode ser identificada pela frequência mediana. Sendo assim, o objetivo do estudo foi verificar a correlação entre o overtraining e fadiga eletromiográfica dos músculos vasto lateral e gastrocnêmio em atletas de basquetebol. Participaram da pesquisa 11 atletas de basquetebol da cidade de Marília (São Paulo, Brasil), que responderam individualmente ao questionário de Sintomas Clínicos do Overtraining, em seguida, por meio da eletromiografia foram analisados os músculos vasto lateral e o gastrocnêmio, do membro dominante de cada participante. Os procedimentos foram repetidos por todos os voluntários, na última semana de cada mês, durante quatro meses. Para análise estatística associativa entre as variáveis utilizou-se a correlação de Pearson, considerando significante valor de p < 0,05. Houve correlação significativa entre o escore, total e recuperação, do questionário e o músculo gastrocnêmio (r = -0,97; p = 0,026 e r = -0,93; p = 0,048 respectivamente). A partir dos resultados obtidos nesse estudo, foi verificada correlação negativa entre os valores de overtraining com os de frequência mediana do sinal eletromiográfico do músculo gastrocnêmio em atletas de basquetebol.

    Palavras-Chave: atleta, overtraining, basquetebol, eletromiografia.

    ABSTRACT

    The imbalance between stress and recovery in the sport kept for long periods, especially in competitions are the main causes of overtraining or overtraining syndrome. One of the symptoms that characterize overtraining and muscle fatigue, which can be identified by the median frequency. Thus, the aim of the study was to verify the correlation between overtraining and electromyographic fatigue of the vastus lateralis and gastrocnemius muscles in basketball players. The participants were 11 basketball players from the city of Marilia (São Paulo, Brazil), who individually responded to the questionnaire of symptoms Clinical of Overtraining then through electromyography analyzed the vastus lateralis and gastrocnemius, the dominant member of each participant. The procedures were repeated by all the volunteers in the last week of each month for four months. For associative statistical analysis between the variables we used the Pearson correlation, considering significant p <0.05. There was a significant correlation between the score, and full recovery, the questionnaire and the gastrocnemius muscle (r = -0.97; p = 0.026 and r = -0.93, p = 0.048 respectively. Considering the results obtained in this study, it was observed negative correlation between overtraining values with the median frequency of the electromyographic signal of the gastrocnemius muscle in basketball players.

    Keywords: athletes, overtraining, basketball, electromyography.

    SOBRE O AUTOR

    1,2,3,4,5: Centro de Estudos de Educação para Saúde. Faculdade de Filosofia e Ciências. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Marília/SP. Brasil.

    AUTOR CORRESPONDENTE

    Cristiane Rodrigues Pedroni

    Av. Hygino Muzzi Filho, 737 – Câmpus Universitário – Marília, SP

    Números de fax e telefone: 14-34221300

    [email protected]

     

    Deixe um comentário