Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    13-maio-2015 às 18:33

    CORRELAÇÃO ENTRE O INSUCESSO NO DESMAME DA VENTILAÇÃO MECÂNICA E A TAXA DE MORTALIDADE

    [addtoany]

    Devido ao fato do crescente uso da ventilação mecânica (VM) dentro das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), torna-se imprescindível o conhecimento do uso e retirada da mesma para minimizar os riscos oferecidos aos pacientes, o objetivo deste presente estudo foi analisar o impacto do insucesso no desmame da VM sobre desfecho clínico (i.e. alta ou óbito) dos indivíduos sob tratamento em UTI.

    Correlation between the failure of weaning from mechanical ventilation and mortality rate

     Luana Caroline Kmita1; Maíra Jaquelliny Maturana1; Liliane Porto Da Rosa1; Luiz Alberto Manfré Knaut2; Esperidião Elias Aquim1
     
    RESUMO

    Devido ao fato do crescente uso da ventilação mecânica (VM) dentro das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), torna-se imprescindível o conhecimento do uso e retirada da mesma para minimizar os riscos oferecidos aos pacientes, o objetivo deste presente estudo foi analisar o impacto do insucesso no desmame da VM sobre desfecho clínico (i.e. alta ou óbito) dos indivíduos sob tratamento em UTI. Trata-se de um estudo observacional retrospectivo do tipo caso-controle. Dados de 134 indivíduos internados nas UTIs de quatro hospitais na cidade de Curitiba-PR foram utilizados. O impacto sobre o desfecho foi investigado por meio de uma análise discriminante, onde a função discriminante (FD) foi composta pelas variáveis; idade, APACHE II e desmame (i.e. sucesso ou insucesso). Dois grupos foram formados a partir do desfecho: grupo alta (GA), composto por 123 indivíduos; e grupo óbito (GO), composto por 11 indivíduos. Entre os indivíduos do GA, 116 (94,31%) passaram pelo processo de desmame com sucesso, enquanto em sete (5,69%), houve insucesso. Já entre os indivíduos do GO, em cinco (45,46%) houve sucesso no desmame e em seis (54,54%) houve insucesso. A FD explicou 21,8% do desfecho dos participantes, sendo que, conforme demonstrado pela Matrix de Estrutura da Análise Discriminante, a variável de maior importância neste resultado foi o desmame (i.e. sucesso ou insucesso) (0,963), quando comparada à APACHE II (0,295) e a idade (0,235). Concluímos então que, através das variáveis analisadas, somente a variável insucesso no desmame contribuiu significativamente para o desfecho clínico do indivíduo em óbito.

    Palavras-chave: Respiração artificial, desmame do ventilador, APACHE, coeficiente de mortalidade, protocolos.

    ABSTRACT

    Because of the increasing use of mechanical ventilation (MV) within the Intensive Care Units (ICU), it is imperative to know the use and removal of the same to minimize the risks posed to patients, the aim of this study was to analyze the impact of unsuccessful weaning from VM on clinical outcome (i.e. discharge or death) of individuals under treatment in ICU. This was a retrospective observational case-control study. Data of 134 individuals admitted to the ICU of four hospitals in the city of Curitiba-PR were used. The impact on the outcome was investigated by means of a discriminant analysis, where the discriminant function (DF) was composed of the variables; age, APACHE II and weaning (i.e. success or failure). Two groups were formed from the outcome: high group (HG), composed of 123 individuals; and death group (DG), composed of 11 individuals. Among individuals of HG, 116 (94.31%) passed by successfully weaning process, while in seven (5.69%), was unsuccessful. Among individuals of DG in five (45.46%) was successful weaning and six (54.54%) was unsuccessful. The FD explained 21.8% of the outcome of the participants, and, as demonstrated by the analysis of Structure Matrix Discriminant, the most important variable in this result was weaning (i.e. success or failure) (0.963) when compared with APACHE II (0.295) and age (0.235). We concluded that, through the variables analyzed, only the variable unsuccessful weaning significantly contributed to the clinical outcome of the individual in death.

    Keywords: Artificial respiration, ventilator weaning, APACHE, mortality rate, protocols..

    Sobre o autor:

    1. Faculdade Inspirar
    2. Universidade Estadual do Centro-Oeste e da Faculdade Inspirar

    Autor para correspondência:

    Esperidião Elias Aquim Professor da Faculdade Inspirar
    Rua Matheus Leme, 477, Curitiba – PR
    Fone:( 41) 88717940
    E-mail: esperidiã[email protected]

    Deixe um comentário