Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    22-nov-2012 às 07:33

    AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA EM INDIVÍDUOS SUBMETIDOS À GASTROPLASTIA

    [addtoany]

    Evaluation of the level of physical activity in individuals undergoing gastroplasty

    Camilla Mendonça de Jesus Santana1 , Manuella Roanna Teixeira Pinheiro Leite2 ,Amaro Afrânio Araújo Filho3 , Érika Ramos Silva4

    A obesidade, caracterizada por acúmulo excessivo de gordura corporal, constitui atualmente um importante problema de saúde pública (MANCINI, 2001).

    RESUMO

    Após a gastroplastia é necessário á introdução de atividades físicas de baixa a moderada intensidade em primeiro momento, e uma posterior manutenção desta redução, proporcionando também um combate às doenças metabólicas relacionadas a esta doença (FANDINO, 2004). A pesquisa tem por objetivo avaliar o nível de atividade física de indivíduos submetidos à gastroplastia, e como objetivos secundários, observar se o sexo e a idade influenciam no desempenho físico destes indivíduos. A amostra foi constituída por 124 indivíduos. A coleta de dados foi realizada através de entrevista com o IPAQ – versão curta. Para análise estatística foi utilizado o teste do Qui-quadrado com p< 0,05. Dos 124 indivíduos submetidos à gastroplastia, 75 foram do sexo feminino e 49 do sexo masculino. Os resultados mostraram que no total, 46,6% dos indivíduos submetidos à gastroplastia realizam pouca ou nenhuma atividade física. Quanto à faixa etária, 33 indivíduos tinham idade inferior a 30 anos, 64 com idade entre 30 e 50 anos e 27 com idade superior a 50 anos. No presente estudo foi observado que dos 24 indivíduos classificados como muito ativo, 12 tinham idade inferior à 30 anos, 11 tinham entre 30 e 50 anos e somente 1 tinha idade superior à 50 anos. Sendo verificado que o sexo não influencia no nível de atividade física, já em relação à idade, foi percebido que com o avançar da idade o nível de atividade física se torna mais comprometido.

     Palavra-chave:  Atividade física, gastroplastia, obesidade, questionário.

    ABSTRACT

    Obesity is characterized by excessive accumulation of body fat, is currently a major public health problem (MANCINI, 2001). After gastroplasty is necessary to the introduction of physical activities of low to moderate intensity at first, and subsequent maintenance of this reduction, providing also a combat metabolic disorders related to this disease (FANDINO, 2004). The research aims to assess the level of physical activity of individuals undergoing gastroplasty, and as a secondary objective, to observe whether sex and age influence on physical performance of individuals. The sample consisted of 124 individuals. Data collection was conducted through interviews with the IPAQ – short version. For statistical analysis, the chi-square p <0.05. Of the 124 patients undergoing gastroplasty, 75 were female and 49 were male. The results showed that overall, 46.6% of individuals undergoing gastroplasty carry little or no physical activity. As age group, 33 subjects were aged below 30 years, 64 aged between 30 and 50 years and 27 older than 50 years. In the present study it was observed that of the 24 individuals classified as very active, 12 were aged less than 30 years, 11 were between 30 and 50 years and only one was older than the 50 years. Being verified that sex does not influence the level of physical activity, as related to age, it was realized that with advancing age the level of physical activity becomes compromised.

    Keywords: Physical activity, gastroplasty, obesity, questionnaire.

    Recebido: 09/2012
    Aceito: 10/2011

    Sobre os Autores

    1- Graduada em fisioterapia na Universidade Tiradentes – UNIT, Aracaju-SE
    2- Professor do curso de Fisioterapia da Universidade de Fortaleza (UNIFOR).
    Especialista em Educação em Saúde Pública pela UNIFOR. Fortaleza- Ceará- Brasil
    3- Graduada em fisioterapia na Universidade Tiradentes – UNIT, Aracaju-SE.
    4- Professor Assistente III do Curso de Graduação em Fisioterapia – UNIT, Aracaju-SE
    5-Professora do Curso de Graduação em Fisioterapia – UNIT, Aracaju-SE.

    Autor para correspondência:

    Camilla Mendonça de Jesus Santana
    E-mail: [email protected]

    Deixe um comentário