13-maio-2015 às 18:09

    AVALIAÇÃO DO MEDO DE QUEDAS E SUA CORRELAÇÃO COM O DESEMPENHO FUNCIONAL, COGNITIVO E ALTERAÇÕES DO EQUILIBRIO EM IDOSOS DE COMUNIDADE

    [addtoany]

    O envelhecimento fisiológico funcional, bioquímico e psicológico, pode interferir na capacidade de equilíbrio sendo um aliado ao medo ou preocupação de uma possível queda que predispõem os idosos a um declínio funcional, perda da confiança no equilíbrio, restringindo as atividades diárias. O objetivo do estudo foi avaliar o medo de quedas e sua correlação com desempenho funcional e cognitivo na população de idosos da comunidade.

    Assessment of fear of falls and their correlation with the functional performance, and cognitive changes the balance in elderly patients at community

     
    Letícia Cristina Da Silva Garcia¹, Talita Andrea Bordini Malaman²

    RESUMO

    O envelhecimento fisiológico funcional, bioquímico e psicológico, pode interferir na capacidade de equilíbrio sendo um aliado ao medo ou preocupação de uma possível queda que predispõem os idosos a um declínio funcional, perda da confiança no equilíbrio, restringindo as atividades diárias. O objetivo do estudo foi avaliar o medo de quedas e sua correlação com desempenho funcional e cognitivo na população de idosos da comunidade. Tratou-se de uma pesquisa exploratória-descritiva realizada com 28 idosos da comunidade, de ambos os sexos, atendendo os critérios de exclusão e inclusão, atendidos em uma clínica escola, no município de Guaxupé-MG. Inicialmente foi aplicado um questionário, para avaliar o perfil social dos idosos, seguido das escalas: FES I BRASIL, MEEM, TUG, BERG e BOMFAQ. A correlação dos dados foi realizada por meio da aplicação do coeficiente de correlação de Pearson, com nível de significância de 5% (p≤0,05).  No estudo não obtivemos correlação significativa sendo fraca negativa (r) entre a idade e as seguintes escalas FES I, EEB, e BOMFAQ, MEEM e TUG. Além disso, não verificamos correlação significativa entre as escalas utilizadas no estudo. O envelhecimento traz à tona a discussão a respeito de eventos incapacitantes entre os idosos, dos quais se destaca a ocorrência das quedas, em virtude de suas consequências físicas, psicológicas, sociais e econômicas. Desta forma, estudos que identifiquem a correlação entre o medo de quedas e a capacidade funcional e cognitiva contribuem sobre maneira com o conhecimento científico e consequentemente com a melhoria da qualidade de vida dos idosos.

    ABSTRACT

    The physiological aging functional, biochemical and psychological, may interfere with ability to balance being an ally to fear or concern of a possible fall which predispose the elderly to a functional decline, loss of confidence in balance, by restricting the activities of daily living. The objective of this study was to evaluate the fear of falls and its correlation with functional and cognitive performance in the elderly population of the community. It was an exploratory-descriptive study carried out with 28 elderly people of the community, of both sexes, taking into account the criteria of exclusion and inclusion, treated in a clinical school, in the city of Guaxupé-MG. A questionnaire was applied to evaluate the social profile of the elderly, followed by the scales: FES I BRAZIL, MEEM, TUG, BERG and BOMFAQ. The correlation of the data was performed by means of the application of Pearson’s correlation coefficient, with a significance level of 5% (p≤0.05). In this study we were not being weak significant correlation (r) between age and the following scales FES I, EEB, BOMFAQ, MEEM, and TUG. In addition, there was no significant correlation between the scales used in the study. The aging process brings the discussion about incapacitating events among the elderly, of which highlights the occurrence of falls, in virtue of their physical consequences, psychological, social and economic. Studies that identify the correlation between the fear of falling and functional capacity and cognitive contribute greatly with the scientific knowledge and consequently with the improvement of the quality of life of elderly people.

    Palavras-chave: Idoso, Equilíbrio Postural, Cognição.

    Sobre o autor:

    1 Discente do Centro Universitário da Fundação Educacional de Guaxupé- UNIFEG.
    2 Professora Mestre do Centro Universitário da Fundação Educacional de Guaxupé/ MG – UNIFEG.

    Autor para correspondência:

    Rua: Fioravante Malaman, nº 30 – CEP 13660000
    Bairro: Jardim Progresso – Porto Ferreira – SP – Brasil.
    Telefone (celular): (19) 98124-4044.
    E-mail: [email protected]

    Recebido: 04/2014 Aceito: 02/2015

    Deixe um comentário