26-mar-2014 às 10:27

    AVALIAÇÃO DA DOR EM PACIENTE ADULTO SEDADO SOB VENTILAÇÃO MECÂNICA

    [addtoany]

    Assessment of pain in patients under adult sedated mechanical ventilation

     

    Ana Amélia Soares Gonçalves ¹, Rosane Kraus Schmitz², Hellen Roehrs³

     

    Para a Associação Internacional do Estudo da Dor (IASP), dor pode ser definida como uma experiência sensitiva emocional desagradável associada à lesão tecidual ou descrita em tais termos.

     

    RESUMO

    Para a Associação Internacional do Estudo da Dor (IASP), dor pode ser definida como uma experiência sensitiva emocional desagradável associada à lesão tecidual ou descrita em tais termos. O problema da falta de conhecimento acerca de sua mensuração é apontado como fator-chave no controle ineficaz da dor. Quando o paciente é incapaz de auto relato de dor, a utilização de uma escala de comportamento é altamente recomendada. Diante das dificuldades encontradas na mensuração fidedigna da dor, esse trabalho teve como objetivo identificar como se avalia a dor em paciente adulto sedado e em ventilação mecânica. Para atender os objetivos da pesquisa utilizou-se o modelo de revisão. Concluiu-se que para avaliação da dor no paciente adulto sedado sob VM, deve-se utilizar a Escala Comportamental da Dor (Behavioral Pain Scale – BPS) e a Ferramenta de Observação de Dor do Paciente Crítico (Critical-Care Pain Observation Tool – CPOT), também o Monitor de índice Bispectral que traz o valor do BIS que é recomendado para avaliação da dor neste tipo de paciente. Alteração na Frequência Cardíaca e Pressão Arterial não são recomendados para definir a presença da dor, porém não foi encontrado uma escala validada no Brasil, então fica a intenção de estudos para validação das escalas BPS e a CPOT. Deve-se levar em consideração que se a dor não for avaliada não saberemos da eficácia dos tratamentos propostos para o alívio da mesma.

     

    Palavras-chaves: Dor, UTI, Adulto, Sedação Profunda, Medição da Dor, Respiração Artificial.

     

    ABSTRACT

    International Association for the Study of Pain (IASP), pain can be defined as an unpleasant emotional experience associated with sensitive tissue damage or described in such terms. The problem of lack of knowledge about its measurement is identified as a key factor in ineffective control of pain. When the patient is unable to self-report of pain, using a scale behavior is highly recommended. Given the difficulties in reliable measurement of pain, this study aimed to identify how to assess pain in adult patients sedated and mechanically ventilated. To meet the objectives of the research used the model of integrative review. It was concluded that for pain assessment in adult patients sedated under VM, you must use the Behavioral Pain Scale (Behavioral Pain Scale – BPS) and Tool Observation Pain Patient Critical (Critical-Care Pain Observation Tool – CPOT) also the Bispectral index Monitor that brings the BIS which is recommended for pain assessment in this type of patient. Changes in Heart Rate and Blood Pressure are not recommended to define the presence of pain, but not found a scale validated in Brazil, so the intention is for validation studies of BPS scales and BOOT. One should take into account that if the pain is not assessed not know the effectiveness of treatments for the same relief.

     

    Keywords: Pain, ICU, Adult, Deep Sedation, Pain Measurement, Artificial Respiration.

    Recebido:09/2013
    Aceito: 01/2014

    Sobre o autor:

    1. Enfermeira UTI, Hospital São Vicente, Curitiba, Paraná.
    2. Enfermeira UTI, Hospital Zilda Arns, Curitiba, Paraná.
    3. Professora Msc. Faculdade Inspirar e Universidade Federal do Paraná, Curitiba, Paraná.

    Autor para correspondência:

    Rosane Kraus Schmitz
    Endereço: Jaime Rodrigues da Rocha, N1519, Capão Raso, Curitiba, Paraná, CEP. 81150130.
    Email: [email protected]

     

    Deixe um comentário