Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    28-jul-2017 às 14:50

    AVALIAÇÃO DA ANSIEDADE, DEPRESSÃO E QUALIDADE DE VIDA EM PACIENTES COM ESCLEROSE MÚLTIPLA

    [addtoany]

    Esclerose Múltipla (EM) é uma doença inflamatória, crônica, com neurodegeneração central, caracterizada pelo aparecimento de repetidos episódios de destruição à mielina.

    Evaluation of anxiety, depression and quality of life in patients with multiple sclerosis

    Ingrid Correia Nogueira1, Ana Clara Pinheiro Porto2, Erica Germano e Silva2, Paolo Oliveira Melo2 ,Luciana Dias Belchior3, Leina Maria Costa Véras Loiola4, Clarissa Bentes de Araujo Magalhães5,
    Eluciene Maria Santos Carvalho6, Maria Ayrtes Ximenes Ponte Colaço7

     

    RESUMO

    A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença crônica e geralmente progressiva do sistema nervoso central (SNC) que desencadeia deficiências funcionais e clínicas, desenvolvidas de acordo com a localização das áreas centrais desmielinizadas. Os sinais e sintomas são variáveis, podendo apresentar alterações emocionais, como ansiedade, depressão, e déficts motores, como fraqueza muscular, perda de equilíbrio, dificuldade à deambulação e fadiga. Tais sintomas geram incapacidade e dificultam a funcionalidade, impactando diretamente na qualidade de vida. Este estudo teve como objetivo avaliar a ansiedade, depressão e qualidade de vida em pacientes com esclerose múltipla. Trata de um estudo quantitativo e transversal, realizado em 17 pacientes com EM. Os níveis de ansiedade e depressão foram avaliados por meio dos Inventários de Beck para ansiedade (BAI) e depressão (BDI), respectivamente. A qualidade de vida foi mensurada pela determinação funcional da qualidade de vida (DEFU). Constatou-se que a ansiedade esteve presente em 82.35% e a depressão em 35.29% destes pacientes. Ao correlacionar esses dois agravos, foi possível observar que depressão e ansiedade estavam associados na maioria dos pacientes e, em 94.11% desses apresentaram escores satisfatórios, classificando a qualidade de vida como boa. Em conclusão, os pacientes apresentaram maiores escores para ansiedade do que para depressão. Ao correlacionar estes dois agravos, foi possível observar que a maioria dos pacientes com depressão tinham ansiedade associada. Apesar destes achados, a maioria dos pacientes apresentavam boa qualidade de vida.

    Descritores: Doença Autoimune. Inquéritos e Questionários. Indicadores de Qualidade de Vida

     

    ABSTRACT

    Multiple sclerosis (MS) is a chronic and usually progressive disease of the central nervous system that triggers functional and clinical deficiencies, developed according to the location of the central demyelinated areas. The signs and symptoms are variable, and may present emotional changes, such as anxiety, depression, and motor deficits, such as muscle weakness, loss of balance, difficulty in walking and fatigue. Such symptoms generate disability and impair functionality, directly impacting in quality of life. This study aimed to evaluate anxiety, depression and quality of life in patients with multiple sclerosis. It is a quantitative and cross-sectional study in 17 patients with MS. Levels of anxiety and depression were assessed using the Beck Inventories for anxiety (BAI) and depression (BDI), respectively. Quality of life was measured by the functional determination of quality of life (DEFU). It was verified that anxiety was present in 82.35% and depression in 35.40% of these patients. When correlating these two disorders, it was possible to observe that depression and anxiety were associated in the majority of the patients and, in 84.62% of these, presented satisfactory scores, classifying the quality of life as good. In conclusion, patients presented higher scores for anxiety than for depression. When correlating these two disorders, it was possible to observe that the majority of patients with depression had associated anxiety. Despite these findings, the majority of patients presented good quality of life

    Keywords: Autoimmune Disease. Surveys and Questionnaire. Indicators of Quality of Life

     

    SOBRE OS AUTORES

    1 Fisioterapeuta, Doutora em Ciências Médicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Fortaleza/Ceará/Brasil
    2 Fisioterapeuta, Graduada(o) pela Universidade de Fortaleza – UNIFOR. Fortaleza/Ceará/Brasil
    3 Fisioterapeuta, Doutora em Farmacologia pela UFC. Fortaleza/Ceará/Brasil
    4 Fisioterapeuta, Pós graduada em Terapia Manual pela Faculdade Maurício de Nassau. Parnaiba/ Piauí /Brasil
    5 Fisioterapeuta, Mestre em Ciências Médicas pela UFC. Fortaleza/Ceará/Brasil
    6 Fisioterapeuta, Doutora em Saúde Coletiva pela UFC. Docente do curso de Fisioterapia da UNIFOR. Fortaleza/Ceará/Brasil
    7 Fisioterapeuta, Diretora da Faculdade Inspirar Fortaleza. Pós Graduada em Fisioterapia Cardiorrespiratória pela UNIFOR.

    Autor correspondente:

     

    Ingrid Correia Nogueira
    Endereço: Rua Mário Mamede, 555, apto 503.
    Portal do Canadá II. Fátima. Fortaleza-CE, Brasil.
    CEP: 60415-000. E-mail: [email protected]

    Deixe um comentário