17-dez-2016 às 12:42

    AVALIAÇÃO COMPARATIVA DO VALGO DINÂMICO DO JOELHO E OS FATORES QUE INFLUENCIAM NA CAPACIDADE FUNCIONAL EM PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA

    [addtoany]

    A instabilidade femoropatelar é uma alteração comum do joelho, principalmente em jovem.

    Comparative evaluation of knee dynamic valgus and factors that induce on functional capability exercising physical activity

    Humberto Luiz Pereira Gonçalves da Fonseca¹;  Luiz Henrique Gomes Santos²

    RESUMO

    A instabilidade femoropatelar é uma alteração comum do joelho, principalmente em jovem. Possui origem multifatorial e é predisposição para alterações mais sérias, como síndrome da dor femoropatelar e ou osteoartrose. O presente estudo teve como objetivo avaliar indivíduos praticantes de treinamento de força quanto à existência de instabilidade do joelho e separar, por gênero, os achados dessa avaliação. A amostra contou com 20 indivíduos sendo, dez homens no GM e dez mulheres no GF.  A idade média GM foi de 24,3±2,7 anos e IMC médio de 22,86±0,29. Já o GF teve idade média de 23,6±3,1 anos com IMC médio de 22,85±0,01. O GM obteve uma média de 92,2 e 89 pontos, respectivamente no questionário International Knee Documentation Committe (IKDC) e na Escala de KUJALA. Enquanto o GF obteve 96,3 e 96,6. No Step Down, a diferença entre o ângulo de projeção no plano frontal (APPF) final e inicial, demonstrou que o GF possui maior valgo dinâmico (-10,25º versus -8,53º) e pelo teste de impulsão vertical, o GF possuiu o pior desempenho (2,32 versus 2,65 m). O presente estudou verificou que o sexo feminino, perante os achados na avaliação, apresentou maior instabilidade femoropatelar. Entretanto, os homens são os que mais apresentaram evidências sintomatológicas, vista por meio dos questionários.

    Palavras-Chave: Instabilidade Articular, Treinamento de Força, Valgo Dinâmico.

    ABSTRACT

    Patellofemoral instability is a common knee disorder, especially in youth. It has a multifactorial origin and it is predisposition to more serious disorders such as patellofemoral pain syndrome and or osteoarthritis. This study aimed to evaluate subjects practitioners of strength training on the existence of knee instability and separate, by gender, findings of this evaluation. The sample consisted of 20 subjects, ten men in GM and ten women in GF. The average age of GM was 24.3 ± 2.7 years old and average BMI of 22.86 ± 0.29. But the GF had an average age of 23.6 ± 3.1 years old with an average BMI of 22.85 ± 0.01. GM scores a 92.2 and 89 points respectively in the International Knee Documentation Committee (IKDC) and KUJALA scale questionnaires. While the GF, got 96.3 and 96.6. Step Down, the difference between the initial and final frontal plane angle projection (APPF), showed that the GF has greater dynamic valgus (-10,25º versus -8,53º) and the vertical impulse test, GF owned the worst performance (2.32 versus 2.65 m). This studied found that the females, before the findings of the evaluation, showed higher patellofemoral instability. However, men are the ones who had symptomatic evidences, seen through the questionnaires.

    Keywords: Joint Instability, Strength Training, Dynamic Valgus.

    SOBRE OS AUTORES

    1. Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé – UNIFEG;
    2. Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé – UNIFEG.

    AUTOR CORRESPONDENTE

    Luiz Henrique Gomes Santos.
    Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé – UNIFEG
    Avenida Dona Floriana, 163. Centro.
    CEP: 37800-000.
    Guaxupé, Minas Gerais
    E-mail: [email protected]

    Deixe um comentário