Volta para o Início

Já pensou em fazer uma pós semipresencial? Agora é sua chance! 30% off

Clique aqui!

15-jul-2021 às 11:16

AVALIAÇÃO ANGULAR DOS ISQUIOTIBIAIS EM ACADÊMICAS SUBMETIDAS À TÉCNICA TOTAL MOTION RELEASE®: ESTUDO FOLOW- UP

RESUMO

O encurtamento dos músculos isquiotibiais ocasiona alterações que interferem na harmonia dos movimentos cinéticos sendo imprescindível a manutenção da flexibilidade. A técnica Total Motion Release® melhora os desequilíbrios promovendo o ganho de flexibilidade. O objetivo desse estudo foi avaliar o ganho e a manutenção de flexibilidade em longo prazo dos músculos isquiotibiais em acadêmicas do curso de Fisioterapia da Universidade Estadual de Goiás, submetidas à técnica Total Motion Release® (TRM). O estudo foi experimental, randomizado, do tipo longitudinal-prospectivo.Constituiu-se de acadêmicas que foram caracterizadas por uma ficha de anamnese. O nível de atividade física avaliado pelo questionário Internacional de Atividade Física – Versão longa (IPAQ).  Os testes funcionais aplicados para a flexibilidade foram: Extensão Ativa do Joelho e Distância dedo-solo. A análise do ângulo de extensão do joelho foi realizada pelo programa CvMob®. Os grupos A (controle) e B (experimental) foram avaliados pré-intervenção; pós-intervenção e no folow up de 10 dias após a intervenção final. A amostra foi composta por 44 participantes, sendo o grupo controle (n=22), com média de idade 20,50, massa corporal 54,25, estatura 1,62, IMC 21,25 e o grupo experimental (n= 22), com média de idade 21,95, massa corporal 57,04, estatura 1,62, IMC 21,81. Na comparação intergrupos houve diferenças significativas após 4 sessões na Extensão Ativa do Joelho direito (p=0,006), esquerdo (p=0,046) e Distância dedo-solo (p=0,020). A técnica Total Motion Release®, mostrou-se eficaz no ganho de flexibilidade dos músculos isquiotibiais ao final de 4 sessões, porém não manteve os resultados no follow up após 10 dias do seu encerramento.

Palavras-chave: Fisioterapia; Flexibilidade; Isquiotibiais; Total Motion Release®.

 

ABSTRACT

The shortening of hamstring muscles leads to alterations that interfere with the harmony of the kinetic movements being essential to maintain the flexibility. The Total Motion Release® technique decreases the postural imbalances, promoting the flexibility gain. The purpose of this study was to evaluate the gain and long-term maintenance of flexibility of the hamstrings muscles in female university students of the Physiotherapy course of the State University of Goiás, submitted to the Total Motion Release® (TMR) technique. It was an experimental, randomized, and longitudinal-prospective study. It was performed with female university students who have been characterized by an anamnesis record. The level of physical activity was assessed by the International Physical Activity Questionnaire – Long Version (IPAQ). The functional tests applied for flexibility were: Active Knee Extension; and Finger-Soil Distance. The Analysis of the knee extension angle was performed by the CvMob® program. Groups A (control) and B (experimental) were evaluated in the pre-intervention; post-intervention and follow up 10 days after the final intervention. The sample consisted of 44 participants, the control group (n=22), with a mean age of 20.50, body mass 54.25, height 1.62, BMI 21.25 and the experimental group (n =22) , with mean age 21.95, body mass 57.04, height 1.62, BMI 21.81. In the intergroup comparison there were significant differences after four sessions in the Right Knee Active Extension (p=0,006), Left Knee Active Extension (p=0,046) and Finger-Soil Distance (p=0,020). The Total Motion Release® technique proved to be effective in the flexibility gain of the hamstring muscles at the end of four sessions, however it did not maintained the results at follow up after 10 days of its closure.

Keywords: Physiotherapy; Flexibility; Hamstrings;Total Motion Release®.

 

Sobre o Autor:

Vitória Maria Neto Sousa1, Rodrigo Ribeiro Bernardes1, Leticia Alcântara de Sousa1, Renata Moreira Zanetti1, Ricardo Loiola Dantas2, Renata Rezende Barreto3

 

1Fisioterapeuta pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) – Goiânia, GO – Brasil.

 

2Docente do curso de Fisioterapia da Universidade Salgado de Oliveira – UNIVERSO e Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC) – Goiânia, GO – Brasil.

 

3Docente do curso de Fisioterapia da Universidade Estadual de Goiás (UEG) – Goiânia, GO – Brasil.

Autor correspondente:

Renata Rezende Barreto

Alameda Paranã, qd. 90, lt.10,s/nº – Setor Jaó, CEP: 74.673-050

Goiânia, GO – Brasil. Telefone: (62) 98528-1531

e-mail:[email protected]

Deixe um comentário

Skip to content