17-jan-2018 às 16:09

    ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA E PRESENÇA DISPNEIA EM INDIVÍDUOS COM DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA

    [addtoany]

    A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma enfermidade respiratória prevenível e tratável, caracterizada pela obstrução crônica do fluxo aéreo, que é usualmente progressiva.

    Daily activities and dyspnea presence in individuals with chronic obstructive pulmonary disease

    Cássio Daniel Araújo da Silva¹, Daiandra Matos Nogueira¹, Luiz Jonas Oliveira da Silva¹, Elisa Brosina de Leon¹, Roberta Lins Gonçalves¹, Fernanda Figueirôa Sanchez¹.

    RESUMO

    A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma enfermidade respiratória prevenível e tratável, caracterizada pela obstrução crônica do fluxo aéreo, que é usualmente progressiva.  Embora a DPOC comprometa os pulmões, também produz consequências sistêmicas importantes. O objetivo deste artigo é avaliar o comprometimento das AVD’s em indivíduos pneumopatas crônicos, relacionar ao nível de dispneia e mensurar a capacidade para realização de atividades físicas nos mesmos. As avaliações ocorreram no Ambulatório Araújo Lima (Manaus, AM/Brasil), em uma população de 60 indivíduos. Para avaliar as atividades de vida diária utilizou-se a Escala London Chest Activity of Daily Living (LCADL); para avaliar a duração da atividade física, a frequência, intensidade e o tipo de atividade, foi utilizado o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ) e para classificar o grau de dispneia, utilizou-se a escala MMRC. O estudo revelou que, quanto maior o grau de dispneia dos indivíduos com DPOC, mais inativos eles se tornam, e, portanto, pior o desempenho nas atividades de vida diária.

    Palavras-chave: DPOC, dispneia, atividades de vida diária, IPAQ.

    ABSTRACT

    Chronic obstructive pulmonary disease (COPD) is a preventable and treatable respiratory disease characterized by chronic obstructive airway obstruction, which is usually progressive. Although COPD compromises the lungs, it also has important systemic consequences. The aim of this article is to evaluate the impairment of AVDs in chronic pneumopathic individuals, to relate dyspnea level and to measure the capacity to perform physical activities in them. The evaluations occurred in the Araújo Lima Ambulatory (Manaus, AM / Brazil), in a population of 60 individuals. To evaluate the activities of daily living, the London Chest Activity Scale of Daily Living (LCADL) was used; To evaluate the duration of physical activity, frequency, intensity and type of activity, the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) was used and to classify the degree of dyspnea, the MMRC scale was used. The study revealed that the higher the degree of dyspnea in individuals with COPD, the more inactive they become, and therefore, the worse the performance in daily life activities.

    Key words: COPD, dyspnea, activities of daily living, IPAQ.

    SOBRE OS AUTORES

    Cássio Daniel Araújo da Silva¹, Daiandra Matos Nogueira¹, Luiz Jonas Oliveira da Silva¹, Elisa Brosina de Leon¹, Roberta Lins Gonçalves¹, Fernanda Figueirôa Sanchez¹.

    Autor correspondente:

    Cássio Daniel Araújo da Silva

    Rua Marechal Francisco de Moura, 161 (Apto 302), Botafogo

    CEP: 22260-140 – Rio de Janeiro (RJ), Brasil

    E-mail: [email protected]

    Telefone: (021) 998546279.

    Deixe um comentário