05-jul-2011 às 11:20

    Assédio Moral Na Enfermagem: Acadêmicos do Curso de Enfermagem da Universidade Católica do Salvador relatam suas vivências no Exercício profissional enquanto Técnicos e Auxiliares de Enfermagem

    [addtoany]

    Moral Harassment in Nursing: Academic Course of Nursing, Catholic University of Salvador reported on their experiences in professional practice while Technical and Nursing Assistants

    Viviane Silva de Jesus¹, Grácia Myrian Leão Motta Fonseca²

     

    O assédio moral é uma forma de terrorismo psicológico praticada de forma sistemática, que implica em uma atitude hostil e desprovida de ética. Tem sido estudado entre as categorias de Enfermagem, pois a divisão técnica e social do trabalho favorece a postura autoritária da Enfermeira, que em ocasiões intencionalmente e fastidiosa há violação da dignidade do subordinado, o que caracteriza o assédio moral.

    RESUMO

    O assédio moral é uma forma de terrorismo psicológico praticada de forma sistemática, que implica em uma atitude hostil e desprovida de ética. Tem sido estudado entre as categorias de Enfermagem, pois a divisão técnica e social do trabalho favorece a postura autoritária da Enfermeira, que em ocasiões intencionalmente e fastidiosa há violação da dignidade do subordinado, o que caracteriza o assédio moral.

    O estudo é descritivo e exploratório, com abordagem qualitativa. Os dados foram colhidos no período de abril a maio de 2009 por meio de uma entrevista semi-estruturada aplicada a vinte Acadêmicos de Enfermagem. Tem como objetivo conhecer as ocorrências do assédio moral por parte dos Enfermeiros vivenciadas pelos Técnicos/Auxiliares de Enfermagem Acadêmicos da Universidade Católica do Salvador nas Instituições de Saúde no Exercício da Profissão. Os Acadêmicos desconhecem o conceito de assédio moral, apontando apenas características do fenômeno. Contudo, a ocorrência da violência moral é freqüentemente praticada por parte do Enfermeiro para com os mesmos, que em sua maioria
    não reagem e acabam sofrendo consequências no ambiente de trabalho, socio-familiar e na saúde. Isso mostra a necessidade de uma melhor abordagem sobre a temática na formação do Enfermeiro a fi m de possibilitar um melhor relacionamento
    entre as categorias. Palavras-chave: Assédio moral, condições de trabalho, violência, saúde do trabalhador, dignidade, ética, violência na enfermagem.

    ABSTRACT

    Bullying is a form of psychological terrorism practiced in a systematic way, which implies a hostile attitude and devoid of ethics. Has been studied among the categories of Nursing as the technical and social division of labor favors the authoritarian
    stance of the RN, which in some cases intentionally and there are tedious violation of the subject, which characterizes bullying. The study is descriptive and exploratory qualitative study. Data were collected during April-May 2009 through a semi-structured interviews with twenty Academic Nursing. Aims to evaluate the occurrences of bullying on the part of nurses experienced by Technicians / Assistants Nursing Academic Catholic University of Salvador in health institutions in the exercise of the profession. The scholars are unaware of the concept of bullying, pointing only characteristics of the phenomenon. However, the occurrence of moral violence is often practiced by the nurse toward them, which usually do not react and end up suffering consequences in the workplace, social and family and health. This shows the need for a better approach on the issue of nurse training to enable a better relationship between the categories. Keywords: Bullying, working conditions, violence, occupational health, dignity, ethics and violence in nursing.

    Sobre o Autor

    1 Enfermeira graduada pela UCSAL (Universidade Católica do Salvador), Especializanda em Saúde Pública pela Faculdades Adventistas da Bahia, Supervisora de Estágio de Clínica Médica e Cirúrgia pela Escola de formação de Técnicos de Enfermagem San Rafael.
    2 Mestre em Educação do Ensino Superior e Professora de Didática e Expressão Corporal da UCSAL (Universidade Católica do Salvador).

    Recebido: 05/2010
    Aceito: 08/2010
    Autor para correspondência: Viviane Silva de Jesus
    Email: [email protected]

    Deixe um comentário