Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    07-ago-2013 às 10:55

    ANÁLISE ELETROMIOGRÁFICA DO MÚSCULO ESTERNOCLEIDOMASTÓIDEO EM PACIENTES COM DPOC APÓS TÉCNICA DE RESPIRAÇÃO DIAFRAGMÁTICA

    [addtoany]

    Electromyographic analysis of sternocleidomastoid muscle in patients with COPD after diaphragmatic breathing techniques.

    Éder Kröeff Cardoso¹, Mageli da Cunha², Maria Aparecida Miyuki Nakamura³

    Objetivo: Avaliar por meio da eletromiografia de superfície (EMGs) a atividade do músculo esternocleidomastóideo (ECM) após a aplicação da técnica de respiração diafragmática em pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC).

    Resumo

    Objetivo: Avaliar por meio da eletromiografia de superfície (EMGs) a atividade do músculo esternocleidomastóideo (ECM) após a aplicação da técnica de respiração diafragmática em pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). Método: Estudo comparativo, experimental e quantitativo de15 pacientes, sendo nove do sexo masculino, com diagnóstico de DPOC e participantes de um programa de reabilitação pulmonar em um hospital geral. Resultados: A média de idade foi de 67,6±7,6 anos. O VEF1(% do previsto) foi de 39,1±11,6 no sexo masculino e 38,1±17,3 no sexo feminino, a PImáx foi 66,1±13,8 e 48,3±8,1 cmH2O no sexo masculino e feminino, respectivamente, ambos os sexos não atingiram a PImáx  prevista, sendo essa diferença de 32,4 e 31,4cmH2O respectivamente (p<0,01), os sinais vitais antes e após aplicação do protocolo não apresentaram diferença significativa para PAM (p= 0,289), FC (p=0,056), índice de dispnéia modificado de BORG (p=0,105) e SpO2 (p=0,118), apenas a f apresentou diferença de 21,2±1,9 para 22,8±2,4 irpm (p<0,01). Houve diminuição significativa (p=0,01) na comparação da média do Root Mean Square RMS antes e após a Técnica de Respiração Diagragmátca (TRD). Conclusão: Os resultados deste estudo mostraram pela análise dos dados de EMGs, que há diminuição significativa da ativação do músculo ECM após a aplicação da TRD. Este achado sugere a eficiência da TRD como forma de propriocepção diafragmática e relaxamento da musculatura acessória da respiração.

    Palavras-chave: Respiração diafragmática. Músculo esternocleidomastóideo. Doença pulmonar obstrutiva crônica.


    Abstract

    Objective: To assess by surface electromyography (EMG) activity of the sternocleidomastoid muscle (SCM) after application of the technique of diaphragmatic breathing in patients with Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD). Methods: A comparative study, experimental and quantitative .15 patients, nine male, diagnosed with COPD and participating in a pulmonary rehabilitation program in a general hospital. Results: Mean age was 67.6 ± 7.6 years. FEV1 (% predicted) was 39.1 ± 11.6 for males and 38.1 ± 17.3 for females, MIP was 66.1 ± 13.8 and 48.3 ± 8.1 cmH2O in males and females, respectively, both sexes did not reach the expected MIP, and this difference of 32.4 and 31.4 cmH2O, respectively (p <0.01), vital signs before and after implementation of the protocol showed no significant difference for MAP (p = 0.289), HR (p = 0.056), dyspnea index modified BORG (p = 0.105) and SpO2 (p = 0.118), only  the f showed difference of 21.2 ± 1.9 to 22.8 bpm ± 2.4 (p <0.01). A significant reduction (p = 0.01) in the comparison of the average Root Mean Square RMS before and after Diagragmatic Breathing Technique (DBT). Conclusion: The results of this study showed for the data analysis of EMGs, there is a significant decrease in muscle activation ECM after application of DBT. This finding suggests the efficiency of DBT as a form of diaphragmatic proprioception and relaxation of accessory muscles of respiration.

    Keywords: Diaphragmatic Breathing. Sternocleidomastoid  muscle. Chronic obstructive pulmonary disease.

     

    Sobre o Autor:

    1. Fisioterapeuta do Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre, mestrando em Ciências da Reabilitação – UFCSPA
    2. Fisioterapeuta
    3. Docente no Curso de Fisioterapia na Universidade do Vale do Rio dos Sinos e da Universidade de Caxias do Sul.

    Autor correspondente:

    Éder Kröeff Cardoso
    Av Osvaldo Aranha, S/n: Bairro: Bom Fim
    Porto Alegre – RS – CEP: 90035-190
    e-mail: [email protected]

    Recebido: 09/12
    Aceito: 03/13

     

    Deixe um comentário