22-fev-2017 às 16:37

    ANÁLISE DO GRAU DE OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS ENTRE FUMANTES ATIVOS E PASSIVOS ACADÊMICOS DA FACULDADE ASCES

    [addtoany]

    O tabagismo é caracterizado mundialmente, como a maior causa de morte evitável, também está associado a incapacidades respiratórias e cardiovasculares.

    Analysis of the degree of airways obstruction amongst active and passive of Asces University student’s smokers

    Izabella Melo ¹, Rafaella Cavalcante ¹, Francyellen Magliano ¹, Belisa Duarte ², Adriana Siqueira de Oliveira²

    RESUMO

    O tabagismo é caracterizado mundialmente, como a maior causa de morte evitável, também está associado a incapacidades respiratórias e cardiovasculares. A exposição ao tabaco pode acarretar problemas respiratórios, tais como tosse, secreção, dispnéia e comprometimento de parâmetros pneumofuncionais como o pico de fluxo expiratório (PFE) que detecta obstrução de vias aéreas. O objetivo desse estudo foi analisar o grau de obstrução de vias aéreas entre fumantes ativos e passivos acadêmicos da Faculdade Asces, descrever as características e histórico tabagístico, além de apresentar os principais sintomas respiratórios, e grau de dependência a nicotina dos participantes. A pesquisa foi caracterizada como descritiva analítica, do tipo transversal, onde foi quantificada e comparada a obstrução de vias aéreas entre fumantes ativos e passivos. A amostra foi composta de 135 participantes dos cursos de Bacharelado em Direito, Odontologia e Farmácia, da Faculdade Asces. Como instrumento de avaliação utilizou-se de questionário com 10 perguntas de abordagem clínica, teste de dependência a nicotina de Fagerström (FTND) e o Peak Flow Meter. Para a comparação entre médias foram usados o teste t de Student, considerado estatisticamente significante p<0,05. Foi identificada presença de sintomas respiratórios como tosse, muco e dispnéia em ambos os grupos. Nenhum dos participantes apresentou risco muito elevado de dependência à nicotina. Houve diminuição significante (p < 0,001) no valor do PFE no grupo dos fumantes passivos, apresentando uma média de 381,3 ± 97,06 l/min, quando comparado ao grupo de fumantes ativos, sugerindo presença de obstrução das vias aéreas neste grupo. Faz-se necessária a realização de novos estudos que levem em consideração a idade e o tempo de exposição ao cigarro e sua interferência nos parâmetros pneumofuncionais.

    Palavras-Chave: Fisioterapia; Obstrução; Tabagismo.

    ABSTRACT

    Smoking is considered the main cause of avoidable death worldwide, as it is also linked with cardiovascular and breathing impairments. Second hand smoke can induce breathing problems such as coughing, secretion, dyspnea and pneumofunctional parameters endangerment like the peak expiratory flow (PEF) that detects airways obstruction. This study analyzed Asces University (Faculdade Asces) both active and passive smokers airways obstruction degree; depicted the characteristics and tobacco usage history; yielded main respiratory symptoms and participants´ degree of nicotine dependence. This was a cross-sectional descriptive analytical research where both passive and active smokers´ airways obstruction was quantified and compared. A total of 135 Law, Odontology and Pharmacy bachelor´s degree students from Asces University were participants. The assessment tool was composed of a questionnaire with a set of 10 clinical approaches questions, Fagerström Test for Nicotine Dependence (FTND) and Peak Flow Meter. For comparison between media a Student´s t-test considered significant with p<0.05 was used. Coughing, mucus and dyspnea were respiratory symptoms identified in both groups. None of the participants showed high risk of nicotine dependence. Compared to active smokers a significant PEF decrease (p<0.001) averaging 381.3 ± 97.06 l/min was recorded in passive smokers group, denoting presence of airways obstruction in it. New studies regarding age, duration of smoke exposure and meddling in pneumofunctional parameters are highly recommended.

    Keywords: Physiotherapy; Obstruction; Smoking.            

    SOBRE OS AUTORES

    1. Acadêmicos da Graduação em Fisioterapia da Faculdade Asces/ Caruaru / Pernambuco/ Brasil;
    2. Docente da Graduação em Fisioterapia da Faculdade Asces/ Caruaru/ Pernambuco/ Brasil.

    AUTOR CORRESPONDENTE

    Izabella Grasiele de Melo Silva

    R. João Timóteo de Andrade, 141. Recife, Pernambuco.

    CEP: 55470-000. Tel: (81) 9 9724-4603. Email: izabella[email protected]

    Deixe um comentário