Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    15-fev-2018 às 09:08

    ANÁLISE DE ALTERAÇÕES CERVICO-TORÁCICAS EM INDIVÍDUOS DOS SETORES ADMINISTRATIVOS DE UMA UNIVERSIDADE DE SANTA CATARINA UTILIZANDO RÉGUA FLEXÍVEL COMO MÉTODO PARA AVALIAÇÃO

    [addtoany]

    O método flexicurva apresenta-se como uma forma investigativa das curvaturas da coluna vertebral, não invasivo e de baixo custo

    Analysis of cervical-thoracic changes in individuals in the administrative sectors of a university of santa catarina using flexible rules for evaluation

    Nathaly Willemann Medeiros1, Joice de Abreu Brandolfi1, Débora Laureano de Souza1, Ariete Inês Minetto1

    RESUMO

    O presente estudo foi desenvolvido com 28 mulheres de 22 a 63 anos que realizavam atividades em um setor administrativo com postos de trabalho nas mesmas condições por 40 horas semanais. Visando identificar por meio do método flexicurva a prevalência de hipercifose torácica. A investigação justificou-se pelo posto de trabalho que poderia interferir na manutenção postural e pelo interesse em observar se a régua flexível seria utilizada como método de avaliação corriqueira. A coluna vertebral geralmente é avaliada por meios convencionais como a radiografia, o que apresenta dificuldade diante do seu custo elevado. O método flexicurva apresenta-se como uma forma investigativa das curvaturas da coluna vertebral, não invasivo e de baixo custo, pouco explorado pelos fisioterapeutas, o que se atribui provavelmente à falta de hábito ou de pesquisas envolvendo o método. A realização da pesquisa proporcionou a análise das curvaturas torácicas e a verificação da empregabilidade do método flexicurva, assim como a identificação das principais sintomatologias apresentadas pelos sujeito. Os instrumentos para coleta de dados basearam-se em uma régua flexível, um caderno de papel milimetrado e uma ficha de avaliação investigativa e fisioterapêutica. Dentre os resultados encontrados, 27 indivíduos apresentaram hipocifose e apenas 1 apresentou hipercifose, considerando que na inspeção fisioterapêutica os achados foram semelhantes aos da utilização da flexicurva. O método flexicurva apresentou significativas vantagens em relação à sua aplicabilidade demonstrando ser um instrumento de verificação de supostas alterações da coluna vertebral torácica, possibilitando ao observador analisar supostas alterações posturais de forma não invasiva.

    Palavras-chave: Coluna Vertebral; Fisioterapia; Hipercifose.

    ABSTRACT

    This study was carried out in 28 female subjects, in the administrative sector with aged 22 to 63 years and that engage in jobs with the same conditions at an average of 40 hours per week and aimed to identify, through flexicurve method, the prevalence of thoracic kyphosis. The investigation was justified by the job that could interfere with postural stability and the interest in observing the flexible ruler could be used as a method of assessment commonplace. However, the spine could be assessed by the most commonly used to identify postural deviations, such as radiography, which is hampered by its high cost. The method flexicurve presents itself as an investigative form of spinal curvatures, noninvasive and inexpensive, not exploited by Physiotherapists probably because of habit or research on this. The completion of the research promoted in the analysis of thoracic curves and the verification of employability of flexicurve method, as well as identifying the major symptoms reported by subjects, thereby achieving all the objectives proposed by the authors. The instruments of data collection consisted of a flexible ruler, a notebook of graph paper and an evaluation form investigative and therapy evaluation. Among the findings, 27 individuals had kyphosis and only 01 had kyphosis, whereas in the physiotherapy inspection findings were ditto to the use of Flexicurve. The prevalence of kyphosis supposedly took place the sample to be adequate to the job, we find that flexicurve method showed significant advantages over its application proved to be a useful tool for verification of alleged changes in the thoracic spine, allowing the observer to examine alleged postural changes.

    Keywords: Kyphosis; Physiotherapy; Spine.

    SOBRE OS AUTORES

    Nathaly Willemann Medeiros1, Joice de Abreu Brandolfi1, Débora Laureano de Souza1, Ariete Inês Minetto1

    Autor correspondente:

    Nathaly Willemann Medeiros.

    Rua São Martinho, 319, CEP: 88805-415. Santa Augusta, Criciúma – SC.

    E-mail: [email protected]

     

    Deixe um comentário