Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    13-set-2011 às 10:16

    Análise da Dor Durante a Fisioterapia Respiratória em Lactantes Submetidos a Cirurgia Cardíaca

    [addtoany]

    Analysis of Pain during the Chest Physiotherapy in infants who underwent Cardiac Surgery

    Glaciele N. Xavier¹; Aída Luiza R. Turquetto²; Michelle M. Miziara³; Thais B. de Araújo4

     

    Objetivo: A cirurgia cardíaca e os procedimentos invasivos realizados em unidade de terapia intensiva no pós-operatório são fatores comuns de dor e os efeitos adversos da dor contribuem para aumento da morbimortalidade de lactentes enfermos.

    RESUMO

    Objetivo: A cirurgia cardíaca e os procedimentos invasivos realizados em unidade de terapia intensiva no pós-operatório são fatores comuns de dor e os efeitos adversos da dor contribuem para aumento da morbimortalidade de lactentes enfermos.

    O objetivo desse estudo foi avaliar a dor durante a fisioterapia respiratória em lactentes submetidos à cirurgia cardíaca ainda sob ventilação mecânica. Método: estudo transversal e prospectivo com 20 lactentes, sendo 13 do sexo feminino, com idade média de 5,3 meses (±4,5) e peso médio de 5,19 Kg (±1,8). A dor nos lactentes foi avaliada pela escala NIPS (Neonatal Infant Pain Scale) e o grau de sedação pela Escala Comfort (mínimo de 17 pontos para dar início ao protocolo). A escala de dor foi aplicada em 4 momentos (pré-fisioterapia, durante a manobra de bag-squeezing, durante o procedimento de aspiração traqueal e vias aéreas superiores e ao término dos procedimentos) por 2 avaliadores diferentes. Resultados: segundo análise de ambos os avaliadores houve diferença significativa do nível da dor pré-fisioterapia e o momento da manobra de bag-squeezing, assim como durante o procedimento de aspiração traqueal e vias aéreas superiores (p<0,001). Entretanto, não houve diferença significativa do nível da dor quando comparado o momento pré e pós procedimentos (p=0,39). Conclusão: concluímos que a manobra de bag-squeezing e o procedimento de aspiração traqueal e vias aéreas superiores causam dor em lactentes adequadamente sedados no pós-operatório de cirurgia cardíaca. Analgesia adequada deve ser realizada previamente a esses procedimentos.

    Palavras-chave: Dor, Lactentes, Cirurgia Cardíaca, Medição da Dor, Fisioterapia.

    ABSTRACT

    Objective: Cardiac surgery itself and the invasive procedures performed during their postoperative period in the intensive care unit are common factors of pain and usually contributes to increased morbidity and mortality of the infants ill. The aim of this study was to evaluate pain during chest physiotherapy in infants undergoing cardiac surgery under mechanical ventilation. Method: cross sectional, prospective study, 20 infants, 13 female, mean age of 5.3 ±4.5 months and mean weight of 5.19 ±1.8 kg. To evaluate pain was used NIPS Scale (Neonatal Infant Pain Scale) and to evaluate the degree of sedation Comfort Scale (minimum of 17 points for starting the protocol). The pain scale was applied in four time points (before therapy, during the bag-squeezing maneuver, during the procedure of tracheal and upper airway aspiration and at the end of procedures) by two different evaluators. Results: the analysis of both evaluators shows significant difference in pain level between the baseline and the time of bag-squeezing maneuver, as well between the baseline and the suction of tracheal and upper airway (p<0.001). On the other hand, no significant difference were observed when compared the pain scale at baseline and the end of procedures (p=0.39). Conclusion: we conclude that bag-squeezing maneuver and suction of tracheal and upper airway may cause pain in infants adequately sedated during the postoperative period of pediatric cardiac surgery. Adequate analgesia should be carried before these procedures.

    Keywords: Pain, Infants, Cardiac Surgery, Pain Measurement, Physiotherapy

    Sobre os Autores

    1. Fisioterapeuta graduada pela Universidade Católica de Brasília, Aprimoramento em Fisioterapia Cardiorrespiratória pelo Instituto de Cardiologia do Distrito Federal, Fisioterapeuta do Instituto de Cardiologia do Distrito Federal;
    2. Fisioterapeuta graduada pela Universidade Estadual de Londrina, Especialista em Fisioterapia Respiratória pela Assobrafir, Aperfeiçoamento em Fisioterapia cardiorrespiratória pelo Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo: InCor-FMUSP, Supervisora do curso de especialização em fisioterapia cardiovascular da Escola Paulista de Medicina-Unifesp;
    3. Fisioterapeuta graduada pela Universidade Católica de Brasília, Especialista em Fisioterapia Pneumofuncional pela Universidade de Brasília, Fisioterapeuta Concursada do Hospital Regional de Santa Maria do Distrito FederaL;
    4. Fisioterapeuta graduada pela Universidade Católica de Brasília, Especialista em Fisioterapia Pneumofuncional pela Universidade de Brasília, Mestre em Educação Física pela Universidade de Brasília, Fisioterapeuta do Instituto Cavalo Solidário e UNIDESC;

    Recebido: 07/2011
    Aceito: 08/2011
    Autor para correspondência: Glaciele N. Xavier
    Endereço:QE 34 Conjunto L Casa 47
    Bairro: Guará II Cidade: Guará II DF
    Email: [email protected]

    Deixe um comentário