10-jan-2012 às 16:38

    A Promoção do Relaxamento de Grupos Musculares Cervicais em Colaboradores de um Escritório Contábil, Através da Técnica de Jones e a Ergonomia de Conscientização, com Ênfase na Qualidade de Vida

    [addtoany]

    The Promotion of Relaxation of Muscle Groups Cervical in Employess of an Accounting Office, by the Technique of Jones and Ergonomics Awareness, with Emphasis on Life Quality

    Fabio Ribeiro do Nascimento 1, Fernanda Roever 2, Janaina Vieira Santos 3

     

    RESUMO

    Devido às posturas inadequadas no ambiente de trabalho e a manutenção dessas posturas por um tempo prolongado sem alguma atividade preventiva, promovem um encurtamento muscular e uma adaptação errônea do corpo agravando ainda mais a postura. Uma das disfunções e queixas mais frequentes são as dores no pescoço mais conhecido como cervicalgia, onde os movimentos de cabeça flexionada para frente e o queixo levantado, geram tensão muscular, principalmente no ambiente de trabalho administrativo. Essas disfunções correlacionadas com a atividade laboral podem ter o aparecimento de algumas lesões, bem como desenvolver um quadro de LER/DORT, que abrangem os distúrbios ou doenças do sistema músculo-esquelético-ligamentar dentro das empresas. Essa pesquisa teve como objetivo a promoção do relaxamento de grupos musculares cervicais sobrecarregados através da aplicação da Técnica de Jones em colaboradores de um escritório contábil durante sua atividade laboral, tendo como ferramentas a Escala Visual Analógica (EVA), auxiliando na intensidade da dor, a aplicação do protocolo de qualidade de vida SF-36 e a ergonomia de conscientização tendo como principal objetivo as ações preventivas. Constatamos que 90% dos colaboradores relacionados na pesquisa relataram diminuição do quadro de dor e desconforto em região cervical. Concluiu-se, que apesar de uma amostra limitada, a Técnica de Jones com 25 aplicações em ambiente laboral associada à Ergonomia de Conscientização é efetiva para minimizar desconfortos e dores em região cervical, influenciando positivamente na qualidade de vida do colaborador. Em contrapartida se faz necessário mais estudos com esse tema, pois pesquisas e literaturas são escassas.

    Palavra-chave: Técnica de Jones; Ergonomia de Conscientização; Relaxamento Muscular; Coluna Cervical; Qualidade de vida.

    ABSTRACT

    Due to poor posture in the workplace and maintain these postures for an extended time without any preventive activity, promote a muscle shortening and an erroneous adaptation of further aggravating the body posture. One of the problems and complaints are the most common neck pain better known as the neck, where the movements of head bent forward and chin up, cause muscle tension, especially within the administrative work. These dysfunctions correlated with the working activity may have the appearance of some lesions, as well as develop a framework of RSI, which include disorders or diseases of the musculo-skeletal-ligament within companies. This research was aimed at promoting the relaxation of cervical muscle groups burdened by applying the technique of Jones employees in an accounting office during their work activities, with tools such as Visual Analogue Scale (VAS), aiding in pain intensity, the implementation of the protocol the SF-36 and the ergonomics awareness and the main target prevention efforts. We found that 90% of employees listed in the survey reported a decrease in the framework of pain and discomfort in the neck. It was concluded that despite a limited sample, the technique of Jones with 25 applications in the workplace associated Ergonomics Awareness is effective to minimize discomfort and pain in the neck, thus positively affecting the quality of life of the developer. On the other hand it is necessary to further studies of this issue, because research and literature are scarce.

    Key-words: Jones’s Technique; Ergonomic Awareness; Relaxes Muscles; Cervical Spin; Life quality.

    SOBRE OS AUTORES

    1. Fisioterapeuta, Especialização em Fisioterapia do Trabalho pela Faculdade CBES Joinville – SC
    2. Acadêmica do curso de Fisioterapia pela Faculdade Guilherme Guimbala da Associação Catarinense de Ensino Joinville – SC
    3. Acadêmica do curso de Fisioterapia pela Faculdade Guilherme Guimbala da Associação Catarinense de Ensino Joinville – SC

    Recebido: 11/2011
    Aceito: 01/2012
    Autor para correspondência: Fabio Ribeiro do Nascimento
    E-mail: [email protected]

    Deixe um comentário