Você esta em:
0800 602 2828 | WhatsApp (41) 99900-5734
    02-set-2010 às 15:24

    A Influência da Traqueostomia no Tempo de Desmame da Ventilação Mecânica em Pacientes de uma Unidade de Terapia Intensiva Adulto

    [addtoany]

    The Influence of Tracheostomy on the Time of Weaning from Mechanical Ventilation in Patients of an Adult Intensive Care Unit.

    Palloma Barros Loiola¹, Francisco Marto Leal Pinheiro Júnior², Márcia Cardinalle Correia Viana³

    RESUMO

    .A traqueostomia é um procedimento realizado em pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva, que necessitam de suporte ventilatório prolongado. O momento de sua realização é definido de acordo com o tempo de ventilação mecânica, ou em função das patologias de base apresentadas pelo paciente, podendo ser adequada a qualquer momento após os primeiros 7 a 10 dias..O objetivo desse estudo foi avaliar a influência da traqueostomia no tempo de desmame da ventilação mecânica, correlacionando o período de sua realização com o tempo de desmame. Metodologia: utilizou-se uma abordagem descritiva, prospectiva e documental em prontuários, no período de maio a outubro de 2009. Resultados: dos 12 pacientes avaliados, sete eram do sexo masculino e cinco do sexo feminino. A média de idade foi de 60,1 anos. A hipertensão arterial foi a comorbidade mais prevalente entre os pacientes. Quanto ao período de realização da traqueostomia, em dez pacientes ela foi realizada tardiamente, e em dois foi realizada precocemente. Dez pacientes obtiveram sucesso no desmame da ventilação mecânica. Em relação ao desmame do ventilador, a maioria teve o tempo de desmame superior a 11 dias. Somente oito pacientes apresentaram complicações durante o desmame e três deles foram ao óbito. Conclusão: o estudo evidenciou que a traqueostomia pode trazer benefícios para o paciente que necessita de ventilação mecânica prolongada, mas não influenciou no tempo de desmame do ventilador.

    Palavras-chave: Traqueostomia. Unidade de Terapia Intensiva. Desmame da Ventilação Mecânica.

    ABSTRACT

    Tracheotomy is a procedure performed on patients admitted to intensive care units, who require a prolonged ventilatory support. The moment of its realization is either defined according duration of mechanical ventilation or depends on base pathologies presented by the patient, which may be appropriate at any time after the first 7 to 10 days. The aim of this study was to evaluate the influence of tracheostomy on the time of weaning from mechanical ventilation and correlate the period of study with the time of weaning. Methods: we used a descriptive, prospective and documentation in medical records from May to October in 2009. Results: 12 patients were evaluated: seven were males and five females. The average age was 60.1 years-old. Hypertension was the most prevalent comorbidity among the patients. As for the time of tracheotomy, it was performed in ten patients later, whereas two of them were performed earlier. Ten patients were successfully weaned from mechanical ventilation. In relation to weaning from the ventilator, the majority had a time of weaning over 11 days. Only eight patients had complications during the weaning and three of them passed away. Conclusion: The study showed that tracheostomy can bring benefits to the patients who require a prolonged mechanical ventilation, but did not have any influence on the time of weaning from the ventilator.

    Key words: Tracheostomy. Intensive Care Unit. Weaning from Mechanical Ventilation.

    Sobre os Autores

    1. Graduada em Fisioterapia pela Faculdade Christus, Fortaleza – CE.
    2. Discente da Faculdade Christus, Fortaleza – CE.
    3. Fisioterapeuta, Mestre em Saúde Pública pela UECE, Fisioterapeuta da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Geral César Cal’s, Docente do Curso de Fisioterapia da Faculdade Christus, Fortaleza – CE.

    Recebido: 23/03/2010
    Aceito: 19/08/2010
    Autor para correspondência: Palloma Barros Loiola
    E-mail: [email protected]

    Deixe um comentário