16-jan-2013 às 13:14

    A GESTAÇÃO NO SEGUNDO TRIMESTRE DE USUÁRIAS DA CLÍNICA DE SAÚDE DA MULHER E O PAPEL DA FISIOTERAPIA.

    [addtoany]

    Pregnancy in the Second Quarter users Clinic Health of Women and the role of Physical Therapy.

    Andréia Valesqui Brum Ramos¹, Carla Skilhan De Almeida2

    Verificar se a intervenção terapêutica poderá reduzir os desconfortos físicos característicos de um grupo de gestantes do segundo trimestre de gestação, em uma Clínica de Saúde da Mulher.

    RESUMO

    OBJETIVOS: Verificar se a intervenção terapêutica poderá reduzir os desconfortos físicos característicos de um grupo de gestantes do segundo trimestre de gestação, em uma Clínica de Saúde da Mulher. MÉTODOS: trata-se de estudo do tipo quantitativo, experimental, prospectivo e longitudinal. A amostra foi composta por 16 gestantes, onde oito participaram do grupo interventivo (GI) e oito do grupo controle (GC). A análise estatística foi realizada por meio do programa SPSS versão 17.0 onde se utilizou o teste de Wilcoxon. RESULTADOS: A idade média geral foi de 28,1 ± 6,7 anos.  O grupo controle (GC) apresentou um aumento significativo de desconforto na região dorsal inferior (p=0,041), enquanto que o grupo interventivo (GI) sofreu uma diminuição do desconforto nesta região, com uma tendência a significância estatística (p=0,066). O grupo interventivo apresentou redução significativa dos desconfortos gerais (p=0,016) e o grupo controle apresentou aumento significativo destes desconfortos (p=0,042). CONCLUSÕES: Os resultados sugerem que a fisioterapia influenciou na ocorrência dos desconfortos musculoesqueléticos gerais e as técnicas fisioterápicas aplicadas favoreceram a diminuição da intensidade e proporcionaram melhora na evolução dos sintomas.

    Palavras-chave:  Dor lombar. Gestante. Fisioterapia.

    ABSTRACT

    OBJECTIVES: To determine if the therapeutic intervention can reduce the physical discomforts typical of a group of pregnant women on the second trimester of gestation in a Women’s Health Clinic. METHODS: This is a quantitative, experimental, prospective and longitudinal study. The sample comprised 16 pregnant women, where eight participated in the intervention group (IG) and eight in the control group (CG). The statistical analysis was performed using SPSS version 17.0, where the Wilcoxon test was used. RESULTS: The overall average age was 28.1 ± 6,7 years. The control group (CG) showed a significant increase of discomfort in lower back (p= 0.041), whereas the intervention group (IG) suffered a reduction of discomfort in this region, with a tendency toward statistical significance (p=0.066). The intervention group showed a significant reduction of general discomfort (p = 0.016) and the control group showed a significant increase in this discomfort (p = 0.042). CONCLUSIONS: The results suggest that physical therapy influenced the occurrence of general musculoskeletal discomforts and the applied physical therapy techniques favored the decrease in intensity and provided a better evolution of symptoms.

    Keywords: Back pain. Pregnant. Physical Therapy.

    Recebido: 07/2012
    Aceito:09/2012

    Autor para correspondência:

    Andréia Valesqui Brum Ramos

    Rua Uruguaiana, 781
    Bairro Mathias Velho, Canoas – RS
    CEP: 92330-370
    Telefone: (051)-30326169
    E-mail:
    [email protected]

    Deixe um comentário