Volta para o Início

Já pensou em fazer uma pós semipresencial? Agora é sua chance! 30% off

Clique aqui!

PEDIATRIA – INTERVENÇÃO EM NUTRIÇÃO: ALIMENTAÇÃO VIA SONDA

Em crianças enfermas e em recém-nascidos prematuros, uma vez estabilizado o quadro geral e o estado respiratório e metabólico, a nutrição é o próximo objetivo mais urgente. A terapia nutricional pode ocorrer via enteral (oral e/ou sonda) ou parenteral. A nutrição enteral (NE) é indicada quando o TGI está funcionante. E é a preferencial, pois é fisiológica e custo efetiva. Mas, em algumas situações, ela pode ser um grande desafio. Em prematuros de muito baixo peso, a imaturidade do trato gastrintestinal (TGI) pode levar a problemas de imobilidade, retenção gástrica elevada, refluxo e alteração na coordenação da sucção e da deglutição. Nestes casos, a nutrição parenteral (NP) é iniciada ao nascimento e é, gradualmente, substituída pela NE. O risco de enterocolite necrosante em bebês prematuros que recebem a NE é outro problema que pode retardar o início e o avanço da alimentação durante a primeira semana de vida.

Disponível nas Unidades

Clique sobre a cidade para obter mais informações sobre o curso.

Skip to content