Volta para o Início

Já pensou em fazer uma pós semipresencial? Agora é sua chance! 30% off

Clique aqui!

GESTANTES. INTERVENÇÃO EM NUTRIÇÃO: ORAL, SONDA E PARENTERAL

A nutrição adequada é essencial em qualquer ciclo da vida. Para a gestante e seu feto, a nutrição antes, durante e após a gestação é determinante da saúde e da vida. Toda mulher em idade reprodutiva deve apresentar o estado nutricional adequado, por meio de um estilo de vida saudável. Com isso, há otimização da saúde materna e redução do risco de defeitos congênitos, crescimento e desenvolvimento inadequado do feto e
problemas crônicos na saúde da criança.
O peso corporal pré-gestacional da mulher reflete as reservas nutricionais, particularmente de energia. Ele é usado como o primeiro componente de prognóstico do sucesso ou dos riscos da gestação. Quando o índice de massa corporal (IMC) está abaixo do normal, isso reflete deficiência crônica de nutrientes. Essa deficiência
pode levar ao retardo do crescimento intrauterino, nascimento de bebês de baixo peso e aumento da
morbidade e mortalidade pré-natal. Por outro lado, quando o IMC está acima do normal, com variação
nos graus de adiposidade, há desequilíbrio entre a ingestão e o gasto energético. Antes da gestação, a obesidade pode limitar a fertilidade da mulher. Durante a gestação, traz complicações de curto e longo prazo
para a saúde da mãe e da criança. Alguns riscos da obesidade materna é o aparecimento do diabetes
mellitus gestacional, da hipertensão e da pré eclâmpsia. Todos aumentam os riscos de mortalidade e complicações para a mãe e o feto.

Disponível nas Unidades

Clique sobre a cidade para obter mais informações sobre o curso.

Skip to content