22-jan-2020 às 11:00

Voltar a estudar: nunca é tarde para investir na sua capacitação!

Conquistar cargos mais altos e, com eles, maiores salários, é o sonho de muita gente, não é mesmo? Mas isso dificilmente acontece se o profissional não investir na qualificação. Assim, voltar a estudar é fundamental para quem não deseja ficar estagnado na profissão. Para isso, vale a pena ingressar em uma pós-graduação que tenha relação com a […]

Conquistar cargos mais altos e, com eles, maiores salários, é o sonho de muita gente, não é mesmo? Mas isso dificilmente acontece se o profissional não investir na qualificação. Assim, voltar a estudar é fundamental para quem não deseja ficar estagnado na profissão.

Para isso, vale a pena ingressar em uma pós-graduação que tenha relação com a sua área atual. Existem diversas vantagens ao optar por esse caminho, mas, antes de agir, é importante planejar com cuidado.

Neste artigo vamos apresentar a você os motivos para fazer uma pós, como elaborar o seu planejamento e organizar a rotina de estudos. Acompanhe!

Vantagens de voltar a estudar

Você está há alguns anos sem estudar, então sente receio só de pensar no assunto? Se esse é o seu caso, saiba que vamos ajudar a quebrar esse medo, mostrando as principais vantagens que uma pós-graduação oferece. Confira!

Novos contatos

Já ouviu falar em networking? Basicamente, essa é uma rede de contatos profissionais que tem interesses em comum e se ajuda mutuamente. E um dos lugares mais propícios para cultivar esse tipo de relação é a pós.

Afinal, todos na sala de aula estão em níveis semelhantes de conhecimento e formação, podendo compartilhar as suas experiências. Além disso, o networking é uma ótima porta de entrada para convites de eventos da área, oportunidades de emprego e até mesmo de parcerias.

Aumento de salário

Profissionais mais qualificados conseguem funções com mais responsabilidades, o que, inevitavelmente, condiz com a remuneração mensal. Logo, ao contar com uma pós-graduação e com o certificado que atesta a sua capacidade na área, as chances de conseguir a tão sonhada promoção são bem maiores.

Além disso, caso a empresa atual não valorize esse tipo de formação, é possível buscar outras organizações interessadas que apreciem o seu currículo e, com isso, consigam oferecer cargos mais altos e com salários mais elevados.

Atualização do conhecimento

As áreas de saber estão em constante modificação, o que impede que todos os profissionais fiquem totalmente atualizados todo o tempo. A situação piora ainda mais se eles estão há anos sem estudar, pois o conhecimento fica defasado.

Por isso, a pós se revela como uma oportunidade de conseguir atualizar a sua bagagem de conhecimento, que é uma característica importante não só para qualquer profissional como para qualquer empresa que busca pessoas capacitadas.

3 passos para retomar os estudos em uma pós-graduação

Já está convencido de que ingressar em uma pós é a atitude que faltava para alavancar a sua carreira? Então, agora falta saber como elaborar um planejamento cauteloso para que a experiência seja proveitosa. Para isso, listamos 3 passos que precisam ser seguidos. Veja abaixo!

Definir o caminho que deseja seguir

Ao contrário da graduação, que tem a formação generalista, a pós-graduação apresenta a formação especialista. Ou seja, você precisa entrar no curso sabendo o que espera profissionalmente ao sair dele.

Afinal, a pós tem um foco particular, então é necessário saber qual exatamente é a sua área de interesse no ramo em que atua. Para isso, analise quais disciplinas mais despertavam a sua atenção durante a faculdade e quais experiências profissionais foram as mais marcantes.

Dessa forma, para definir o seu caminho profissional é importante tirar um tempo para o autoconhecimento e, assim, descobrir qual rumo, dentre diversas possibilidades, você deseja seguir dentro da sua carreira.

Avaliar a rotina e a disponibilidade

Antes de entrar na pós você deve estar ciente que ela vai tomar uma boa parte do seu tempo. Por isso, não deixe de avaliar a sua rotina para decidir, por exemplo, qual formato (presencial ou a distância) é o mais indicado no seu caso.

Existem cursos que têm aulas apenas um dia na semana, geralmente aos sábados, mas que duram os dois turnos. Enquanto isso, outros dividem a carga horária durante poucos dias na semana.

Já os cursos EaD são os mais flexíveis, uma vez que você faz o seu próprio horário. Em situações esporádicas há encontros presenciais. Ao avaliar a sua agenda, será possível descobrir qual é o curso que cabe na sua rotina, lembrando que, além das aulas, a pós também demanda tempo de estudo fora delas.

Ter um planejamento financeiro

Assim como uma graduação, a pós também demanda um investimento financeiro. Por isso, antes mesmo de fazer a matrícula, é fundamental organizar as suas finanças por meio de um planejamento.

O primeiro passo é analisar todos os seus gastos e receitas, ou seja, todo dinheiro que entra e sai, pois isso vai permitir que seja estabelecido um limite orçamentário. Assim, você vai saber exatamente quanto, mensalmente, consegue guardar para investir na pós. Além disso, também será possível verificar se você tem muitos gastos supérfluos e, com isso, começar a eliminá-los.

Nessa etapa, é importante especificar as suas metas. Isso pode ser feito, por exemplo, ao estabelecer uma quantia específica que precisa ser guardada todo mês. A partir disso, você pode, inclusive, começar a fazer investimentos com esse dinheiro para que ele possa render mais.

A importância de uma rotina de estudos

Como dissemos, a vida de estudante da pós-graduação não fica apenas em sala de aula. Isso porque existem tarefas que precisam ser feitas fora dela, como pesquisas e atividades.

O estudo extra é fundamental para que o conteúdo dado pelos professores seja bem absorvido. Por isso, é importante adquirir o hábito de estudar frequentemente, o que pode ser feito por meio de uma rotina de estudos.

Para elaborá-la, você deve levar em conta a sua rotina atual, ou seja, o tempo que leva para chegar e voltar do trabalho, a duração do sono e demais atividades que tem ao longo do dia, como afazeres domésticos. A partir desse levantamento é possível estipular quanto tempo existe disponível para o estudo.

Se você tem uma rotina corrida, selecione 15 minutos do almoço ou o período em que está na condução para o trabalho e aproveite para revisar uma disciplina. Reserve também ao menos uma hora do seu tempo para estudar, ao chegar em casa, e faça isso por alguns dias da semana, de acordo com a sua necessidade.

Dessa forma, é perfeitamente possível voltar a estudar sem que isso prejudique o seu desempenho no trabalho ou afete a sua vida pessoal. Além disso, não esqueça que a pós-graduação oferece diversas vantagens para o profissional que deseja conquistar um lugar de destaque no mercado de trabalho.

Aproveitando esse assunto, que tal saber mais sobre como conciliar o trabalho e o estudo? Para isso, confira o nosso artigo!

17-jan-2020 às 15:25

Saiba como analisar a grade curricular de uma pós-graduação!

Após a conclusão da graduação, é fundamental continuar buscando o aprimoramento na área. Para isso, fazer uma pós-graduação é uma excelente escolha, possibilitando diversas vantagens, como a ampliação do networking e aumento da remuneração. No entanto, para que essa experiência seja verdadeiramente proveitosa, é necessário seguir algumas dicas, como analisar a matriz curricular do curso desejado. Além […]

Após a conclusão da graduação, é fundamental continuar buscando o aprimoramento na área. Para isso, fazer uma pós-graduação é uma excelente escolha, possibilitando diversas vantagens, como a ampliação do networking e aumento da remuneração. No entanto, para que essa experiência seja verdadeiramente proveitosa, é necessário seguir algumas dicas, como analisar a matriz curricular do curso desejado.

Além disso, é importante avaliar com cautela a qualidade da instituição de ensino. Pensando nessas questões, decidimos elaborar este post para ajudar durante a fase de decisão. Acompanhe!

A importância de uma pós-graduação para a carreira

Com o mercado altamente competitivo e uma taxa de desemprego alta no país, surge a necessidade de buscar a complementação do saber adquirido durante os anos de graduação. Por isso, fazer uma pós costuma atrair a atenção daqueles que buscam o sucesso profissional.

Afinal, os recrutadores estão se tornando ainda mais exigentes na escolha de profissionais capacitados. Com isso, a graduação deixou de ser um plus no currículo, sendo, atualmente, apenas um pré-requisito. Nesse sentido, vale a pena investir alguns anos em pós-graduação numa área específica do seu ramo de atuação.

É importante lembrar que a pós é dividida em stricto sensu, que está relacionada à vida acadêmica, e lato sensu, voltada para o mercado de trabalho. A primeira modalidade se refere ao mestrado e doutorado, durando, no total, seis anos, enquanto a segunda opção inclui a especialização e o MBA, cuja duração é em torno de um ano e meio a dois. Independentemente de qual seja a sua escolha, não há como negar que a pós vai abrir novos caminhos para a sua vida profissional, proporcionando diversos benefícios, como:

  • remuneração alta: por ter comprovadamente mais conhecimento, grandes são as suas chances de conseguir uma renda maior, já que você se torna um especialista e, com isso, surgem novas responsabilidades, possibilitando também a ocupação de cargos mais altos na empresa;
  • valorização do currículo: na disputa por uma vaga de emprego, certamente a sua certificação fará toda a diferença. Afinal, caso você e outro candidato tenham experiências semelhantes, mas ele não apresente uma formação acadêmica avançada, é provável que o recrutador prefira escolher quem tem pós;
  • novas possibilidades de rumo na profissão: com uma especialização em mãos, você consegue direcionar o rumo da sua carreira, investindo numa área específica para garantir maior credibilidade como profissional;
  • ampliação do networking: a rede de contatos profissionais é fundamental para pessoas que desejam a ascensão profissional, pois, por meio dela, é possível formar parcerias, conquistar um emprego ou até mesmo uma promoção, ser chamado para eventos exclusivos e muito mais. De qualquer forma, vale lembrar que a troca de experiências é uma ótima consequência de fazer uma pós-graduação.

4 dicas para analisar a grade curricular no curso escolhido

Já decidiu que vai fazer uma pós-graduação e, inclusive, descobriu em qual área deseja cursar? Então, o próximo passo é analisar a grade curricular para, enfim, ser capaz de fazer a escolha certa. Para isso, confira as nossas dicas sobre o assunto.

Pesquisar o conteúdo das disciplinas

As instituições de ensino costumam disponibilizar a grade dos cursos que oferecem, mas, além disso, você precisa descobrir quais são os conteúdos dados nessas matérias — apenas ler o nome das disciplinas não diz muito sobre elas.

Essa pesquisa ajuda você a descobrir se o curso é realmente o que procura no momento e se ele vai agregar à sua bagagem de conhecimento. No entanto, lembre-se de que é perfeitamente comum que uma ou outra matéria não vá agradar, mas é importante que o saldo total das disciplinas ofertadas seja positivo.

Conversar com os alunos do curso

Para conhecer a fundo um curso antes de fazer a matrícula, não há nada melhor que conversar com quem já tem a experiência nele, não é mesmo? Ainda que você não deva se guiar inteiramente pela opinião alheia, ela auxilia a descobrir quais são os pontos positivos e negativos mais comuns. Afinal, se todos os alunos reclamarem de um mesmo problema, isso significa que existe uma adversidade estrutural na grade curricular e, por isso, talvez seja bom você fugir dela. Assim, por meio dessa conversa com estudantes, torna-se mais fácil avaliar a qualidade do curso.

Analisar o mercado de trabalho

Um dos principais objetivos de fazer uma pós-graduação é conseguir se manter atualizado na área e, consequentemente, no mercado de trabalho, certo? Desse modo, a grade curricular precisa suprir as demandas do mercado para formar profissionais capacitados para ele.

Logo, é fundamental conhecer a situação da sua área — e isso inclui não apenas a oferta de empregos como os assuntos mais debatidos atualmente. Com isso, você consegue analisar se a grade curricular está de acordo com essas questões.

Entender a ênfase da pós

Como dissemos, cada pós-graduação apresenta um foco específico e não generalista como é a graduação. Sendo assim, logo de início, você precisa descobrir qual é o foco do curso de pós em que está pesquisando.

Para isso, deve analisar com cuidado a grade curricular para perceber se é esse o caminho que você deseja seguir profissionalmente. Caso não se identifique com a abordagem do curso, é recomendado buscar outro que se encaixe nos seus objetivos.

Outros pontos para levar em consideração na escolha da instituição de ensino

Além de analisar a grade curricular, é fundamental ver outras questões que envolvem a instituição de ensino. Isso inclui, por exemplo, a infraestrutura, que deve ser suficiente para proporcionar aulas de qualidade.

Ou seja, os laboratórios bem equipados, salas de aulas com cadeiras e mesas suficientes para todos os alunos e banheiros higienizados são apenas alguns dos itens que entram nesse ponto. Além disso, é importante conferir se o corpo docente é devidamente qualificado. Para fazer essa análise, basta acessar o currículo dos professores e ver se eles têm mestrado, doutorado, publicam obras e participam de congressos.

Ao reunir todas essas dicas e colocá-las em prática, você consegue analisar a grade curricular e fazer a sua decisão. Depois disso, basta fazer a matrícula no melhor curso e instituição e, com isso, colher os benefícios de ter em mãos um certificado de pós-graduação.

Gostou deste conteúdo? Então, siga as nossas redes sociais! Estamos no FacebookInstagramTwitterYouTube LinkedIn.